O jogador da Seleção Brasileira e do Barcelona, #Neymar Júnior decidiu não recorrer em segunda instância de um processo contra sonegação de impostos contra a Receita Federal homologado pela 4a. Vara da Justiça em #Santos e enviado para a Procuradoria da Fazenda Nacional na última sexta-feira (26).

O processo refere-se a uma evasão de dívidas, que teria sido praticada por Neymar Júnior e seu pai nos anos de 2007 e 2008, quando o jogador ainda defendia o Santos. Nesse período, de acordo com a Receita Federal, o atacante recebeu verbas referente a direito de imagem, que não foram declaradas no seu Imposto de Renda. 

Em abril de 2014, o Tribunal Federal de São Paulo não aceitou o primeiro recurso apresentado por Neymar e seu pai, declarando-os culpados por fraude fiscal.

Publicidade
Publicidade

Eles chegaram apresentar um recurso para anular a multa, mas em janeiro desse ano foram novamente condenados. No entanto, antes que houvesse uma decisão final o jogador e seus representantes legais decidiram pagar aquilo que foi decidido pela Justiça. 

Dessa forma a família Neymar deverá tirar das sua economias quase 460 mil reais ou para ser mais exato, R$ R$ 459.671,25, conforme cálculos da Receita Federal. Ao não aguardar a decisão final da justiça nesse processo o jogador evita de pagar uma multa que poderia fazer com que o valor a ser quitado fosse maior. 

Porém, esse não é o único processo que Neymar Júnior responde junto a Justiça Brasileira. Em março de 2016 o atacante, evitando pagar impostos referentes aos seus milionários contratos de publicidade com o Santos e a Nike, foi condenado a pagar R$ 188 milhões de reais, mas ainda cabe recurso. 

Por conta desses problemas extra-campo, alguns setores da crônica esportiva brasileira, consideraram que o aproveitamento do Neymar durante os jogos amistosos da Seleção Brasileira e nas Eliminatórias da Copa do Mundo não foi o esperado.

Publicidade

Acreditavam eles que o atacante brasileiro não conseguia manter o foco no #Futebol tendo tantas outras preocupações fora de campo.