A #Seleção Brasileira masculina de futebol fez uma bela partida na tarde desta quarta-feira (17), quando venceu Honduras por 6 a 0 e conseguiu se classificar para a final, onde tentará a medalha de ouro. Apesar da goleada, a torcida ainda não está satisfeita, principalmente com o craque #Neymar e o clima ficou tenso na zona mista do estádio.

O Maracanã estava lotado e Neymar passou calado pela torcida e nem entrevista quis dar, o que acabou gerando uma grande vaia ao capitão da seleção brasileira. Até os jornalistas juntaram-se ao coro, inclusive os estrangeiros, para vaiarem o jogador que chegou a fazer dois gols, mas não foi o suficiente para deixá-lo de bem com a mídia e a torcida.

Publicidade
Publicidade

De acordo com testemunhas presentes no local, quem começou a vaiar o jogador Neymar foi o humorista "Marcelo Smigol", que logo ganhou o apoio dos jornalistas brasileiros, dos estrangeiros e torcedores em geral. Até os brasileiros que não vaiaram, mostraram-se indignados com a atitude do jogador que resolveu ficar calado após o jogo e sair de campo em silêncio. Nem as emissoras de TV que estavam mais próximas ao gramado conseguiram arrancar algumas palavras do capitão.

O histórico de Neymar nos Jogos Olímpicos não é dos melhores, se levarmos em consideração as entrevistas, pois em apenas duas partidas ele resolveu falar e só uma coletiva de imprensa foi concedida pelo craque que vem sendo criticado até mesmo por Galvão Bueno que sempre o defendeu durante as narrações dos jogos da seleção canarinho.

Publicidade

Na tarde desta quarta-feira (17), Neymar foi o último brasileiro a deixar o gramado, saindo calado e permanecendo assim o tempo todo. Dona Nadine, a mãe do jogador que estava no Maracanã, acompanhou tudo bem de perto, mas não quis comentar nada sobre as vaias para seu filho.

O desafio para a seleção brasileira agora é enorme, pois no próximo sábado irá jogar contra a Alemanha, em busca da medalha de ouro. A seleção da Alemanha garantiu sua vaga na final ao vencer a Nigéria por 2 a 0. A grande partida será às 17:00 horas, no Maracanã e apesar da torcida brasileira querer a revanche, ninguém sabe se Neymar terá ou não o apoio necessário.

Após alguns minutos de jogos, certamente saberemos se Neymar será aplaudido ou novamente vaiado. #Olimpíadas