É apenas uma questão de tempo antes de chegar a noticia de que o atacante brasileiro Gabriel Barbosa, conhecido como Gabigol, será a mais recente contratação do Inter de Milão. Na quinta-feira (25), o jogador interrompeu sua participação em um programa de TV para voar para a Itália e se encontrar com representantes da equipe italiana. Gabriel está na Itália e só depende apenas de exames médicos para assinar contrato com o clube italiano.     

 O jovem atacante é considerado um dos mais brilhantes talentos de uma geração de futebolistas do Brasil. Vindo das categorias de base do Santos FC - a mesma equipe que deu ao mundo Pelé, Neymar e Robinho -, Gabriel Barbosa foi o artilheiro da última Copa do Brasil, e aumentou recentemente o seu currículo com uma medalha de ouro olímpica, conquistada  pela seleção brasileira de #Futebol nos #Jogos Olímpicos Rio 2016.

Publicidade
Publicidade

O jovem atacante estreou pela seleção brasileira este ano após jogar pelo Santos em um  campeonato estadual no início da temporada.     

Gabigol se tornará o mais jovem jogador brasileiro a assinar contrato com um grande clube do futebol europeu, depois de Gabriel Jesus que chegou a um acordo com o Manchester City, tendo sido contratado um pouco antes dos Jogos Olímpicos  Rio 2016.

O atacante vai ficar no Santos FC até dezembro, quando a temporada do Campeonato Brasileiro de Futebol terminar, assim como o Palmeiras FC fez com Gabriel de Jesus. O Juventus foi o primeiro time a ter interesse no jogador, e tinha concordado com a condição do atacante ficar no Santos FC até o Campeonato Brasileiro acabar, mas foi superado pelo Inter de Milão, que ofereceu o valor a mas cerca de 27 milhões de euros pelo jovem jogador Gabriel.

Publicidade

Quase um terço do valor da negociação, cerca de 9 milhões de euros, irá para os bolsos de Gabriel Barbosa.     

 O inter de Milão está apostando alto no jovem atacante Gabriel Barbosa para ajudá-lo o clube a recuperar o  seu lugar como um concorrente relevante nas competições europeias. O último titulo continental da equipe veio em 2010, quando José Mourinho ainda era treinador.      #Futebol Internacional