Rafaela Silva conquistou o primeiro ouro do Brasil nesses Jogos Olímpicos Rio 2016 e fez um grande desabafo, em prantos, após a sua vitória. Ela que veio de uma família pobre da favela Cidade de Deus, no Rio de Janeiro, é negra e já foi bastante criticada por fãs do esporte no passado, não resistiu e soltou o verbo depois de ter conquistado a maior vitória enquanto atleta: a medalha de ouro em uma olimpíada. Rafaela havia sido eliminada nas Olimpíadas de Londres em 2012 ainda nas oitavas de finais. Após isso, muitos internautas a criticaram. Naquele momento, a própria atleta respondeu algumas dessas críticas de cabeça quente e ameaçou por na justiça, mas não aconteceu.

Publicidade
Publicidade

Hoje (08), Rafaela lembrou o passado e deu a resposta às pessoas que criticaram sua atuação nas Olimpíadas de Londres: “O macaco que tinha que estar na jaula em Londres hoje é campeão olímpico aqui em casa”, afirmou a atleta, soluçando e chorando muito, em entrevista ao repórter Tino Marcos da rede Globo de TV. Ela contou que aprendeu com a derrota e a partir dali passou a treinar muito mais. Rafaela conseguiu um título mundial no ano seguinte, 2013, mas passou muito tempo sem grandes resultados. Nesse momento, a atleta pensou em desistir de sua carreira, mas, segundo ela, a brasileira precisava dar alegrias ao Brasil, e isso aconteceria nos Jogos do Rio.

“Treinei muito, depois de Londres, não queria ter aquele sentimento. Depois da minha derrota, todo mundo me criticou, falaram que o judô não era para mim”, revelou a judoca.

Publicidade

Ela trouxe à tona novamente que os comentários dos internautas naquela oportunidade eram agressivos, e tocavam em sua cor, em suas origens de família e, principalmente, um a deixou muito revoltada com a afirmação de que ela era uma vergonha para a sua própria família.

“Agora sou campeã olímpica na minha casa”, disse a judoca, que afirmou ter vivido a pior fase de sua vida depois que sofreu a derrota ainda na fase de oitavas de finais em Londres. Rafaela é mais um daqueles brasileiros que não desistem nunca e ter sido eliminada cedo em uma Olimpíada só a motivou para que pudesse treinar pesado, o bastante até chegar à final na cidade do Rio de Janeiro e conquistar a medalha de ouro. #Rio2016