No seu dia, os pais tricolores receberam um belo presente. No Kléber Andrade, em Cariacica, região metropolitana de Vitória, no Espírito Santo, o #Fluminense conseguiu um importante resultado ao derrotar o América-MG por 1 a 0 pela 20ª rodada, a primeira do segundo turno do #Campeonato Brasileiro.

Com mais esses três pontos, a equipe das Laranjeiras chegou aos 28 e subiu para o nono lugar da competição. Por outro lado, o Coelho vê o fantasma do rebaixamento ser cada vez mais real. Somando apenas 13 pontos, permanece na lanterna.

Na próxima sexta, às 21h30 (de Brasília), o América-MG recebe, na Arena Independência, em Belo Horizonte, a Chapecoense.

Publicidade
Publicidade

No domingo, a partir das 16h (de Brasília), será a vez do Fluminense ir ao Gigante do Arruda, no Recife, para encarar o Santa Cruz.

Tendo o apoio maciço de sua torcida, presente em bom número ao estádio capixaba, o Fluminense inciou pressionando. Aos 20 minutos, em lance genial, Gustavo Scarpa viu João Ricardo adiantado e, do meio-de-campo, tentou encobrir o goleiro do América-MG. A bola, porém, saiu rente à trave esquerda.

Com o passar do tempo, o time mineiro, que tinha, como estratégia, uma forte marcação e aposta nos contra-ataques, equilibrou as ações. Aos 40, deu o seu primeiro chute. Matheusinho recebe na direita e arrisca no canto, obrigando Diego Cavalieri a fazer um boa defesa.

Antes do intervalo, Scarpa recebeu pela direita e cruzou na área. Livre, Wellington dominou com o peito e tocou para o fundo das redes.

Publicidade

O auxiliar José Eduardo Calza, do Rio Grande do Sul, porém, de maneira equivocada, marcou impedimento, anulando o gol do Tricolor.

Para sorte do trio de arbitragem, logo no segundo minuto da etapa complementar, Henrique Dourado, com um sem-pulo de canhota, aproveitou um cruzamento do lateral-esquerdo William Matheus para colocar o Fluminense em vantagem. Aos 29, o centroavante poderia ter ampliado ao receber livre, dentro da área, um belo passe de calcanhar de Wellington, mas finalizou errado, desperdiçando a oportunidade.

Após o apito final do gaúcho Diego Almeida, comemoração nas arquibancadas do Kléber Andrade e a esperança de dias ainda melhores para o Fluminense, contrastando com o desespero do América-MG de ver, cada vez mais próxima, a Série B do Brasileirão. #PaixãoPorFutebol