O Palmeiras segue firme na luta pelo título de Campeão Brasileiro. A rodada foi muito boa, já que Corinthians e Santos foram goleados. O Flamengo, que também ameaçava, perdeu. Com 39 pontos, o Verdão subiu mais um ponto e abriu três de vantagem no topo da tabela. 

Recentemente, o clube paulista foi procurado por alguns clubes do exterior que fizeram propostas por alguns dos jogadores liderados pelo técnico Cuca. Não é segredo para ninguém, por exemplo, que o atacante Dudu esteve próximo de jogar no #Futebol chinês. Orientado pelo treinador e por dirigentes do clube, a proposta foi abortada e o jogador garantiu que 'sua cabeça estava aqui'. 

Gabriel Jesus seguiu o caminho contrário.

Publicidade
Publicidade

Com possibilidade de acumular mais de R$ 70 milhões, a venda para o Manchester City foi excelente para o #Palmeiras e para o atleta. Jesus migra para Londres em dezembro.

Outro jogador que recebeu proposta foi o zagueiro Vitor Hugo. Autor do gol contra o Atlético-PR ontem na Arena da Baixada e considerado um dos melhores atletas do elenco, Hugo confirmou que teve conversas com a Fiorentina, da Itália. Ainda segundo o atleta, o empresário tratou de tudo para que ele pudesse ter a cabeça voltada 100% no Palmeiras. 

A proposta foi negada pela diretoria do Palmeiras. Segundo o site Torcedores.com, os italianos ofereceram R$ 25 milhões. O valor é considerado alto e bom, já que o Verdão tem 50% dos direitos federativos e também conta com Yerry Mina e Edu Dracena para o setor (além de Thiago Martins). 

Paulo Nobre, presidente do clube, garantiu para pessoas próximas que nenhum jogador deixará o Palmeiras até dezembro.

Publicidade

A meta é ser campeão nacional. O Alviverde não consegue conquistar o Brasileiro desde 1994. De lá para cá foram algumas colocações difíceis e dois rebaixamentos (2002 e 2012). Além disso, Nobre sonha em finalizar a sua gestão com dois títulos (foi campeão da Copa do Brasil ano passado). 

Por conta do estatuto, o atual mandatário não poderá se reeleger. Assim deixará o posto em dezembro, apoiando outro candidato.  #Mercado