Vinte de agosto de 2016. Essa data passa a ser um marco para a história do futebol brasileiro, pois o Brasil conquistou a sua primeira medalha de ouro numa Olimpíada, após cobranças de pênaltis, em partida emocionante realizada no Maracanã, neste sábado.

O triunfo canarinho significou um forte ânimo para a nova geração de jogadores que estavam desacreditados no início da Rio-2016. Além disso, a vitória teve um “sabor de vingança” dois anos depois do 7 a 1 sofrido na Copa do Mundo de 2014.

Em partida empolgante e ao mesmo tempo tensa, o Brasil jogou bem melhor do que a Alemanha e criou ótimas oportunidades de gol, mas não foi tão eficaz a ponto de vencer o duelo no tempo regulamentar.

Publicidade
Publicidade

Com menos posse de bola, a Alemanha também ofereceu perigo ao Brasil, porém, com menos volume de jogo.

O Jogo

Aos 10 minutos do 1º tempo, a Alemanha assustou com um forte chute no travessão desferido por Julian Brandt. Até aos 16 minutos, a seleção brasileira não tinha conseguido acertar um chute ao gol alemão. Aos 19’ foi a vez da seleção canarinho assustar o adversário com uma cobrança de escanteio.

Finalmente, aos 26’, Neymar marcou um golaço de falta. Na comemoração, ele disse: “Eu estou aqui”, tomando “emprestado” uma frase que tem como autor o português Cristiano Ronaldo. Logo depois, fez o célebre “raio” de Usain Bolt, que estava presente na partida. Aos 30’, um bate rebate na área brasileira quase que gera o gol alemão de empate. Aos 34’, o atacante alemão cabeceou a bola que bateu no travessão mais uma vez, após falta cobrada pelo lado direito.

Publicidade

Aos 13min, o meia alemão, Max Meyer, recebeu passe rasteiro e, de primeira, chutou e empatou para a Alemanha.

No 2º tempo, o Brasil continuou apresentando bom volume de jogo e levou mais perigo à seleção alemã. A torcida brasileira se comportou como uma das protagonistas da final, incentivando bastante o Brasil. Coreografias e cantos foram constantes desde o início do jogo. Aos  40’, em contra ataque veloz, a Alemanha finalizou rasteiro para fora do gol e quase virou o placar.

Na prorrogação, logo nos primeiro minutos, o Brasil criou uma ótima oportunidade, mas Gabriel Jesus se atrapalhou com a bola e desperdiçou o ataque. Aos 6’, outra boa chance para o Brasil, mas o atacante brasileiro demorou para chutar e quando o fez a zaga alemã bloqueou a bola.

O grito de campeão veio após cobranças de pênaltis. A seleção brasileira foi perfeita nas execuções e coube ao craque #Neymar o último chute. E fez gol com maestria. Com isso, a nova geração de futebol do Brasil conquistou o título de campeão olímpico e sinalizou que, junto com a medalha de ouro, nasce uma nova era de vitoriosos para o futebol brasileiro.

Publicidade

Brasil – Weverton, Zeca, Marquinhos, Rodrigo Caio, Douglas Santos, Walace, Renato Augusto, Luan, Neymar, Gabriel (Felipe Anderson), Gabriel Jesus e Rogério. Técnico: Micale.

Alemanha -  Horn, Toljan, Ginter, Klostermann, Suele, Sven Bender, Lars Bender (Proemel), Julian Brandt, Max Meyer, Gnabry e Selke. Técnico: Horst Hrubesch.

  #Olimpíadas #Rio2016