Dos 465 atletas brasileiros que vão competir no Rio de Janeiro, 209 são mulheres (45% da delegação). Listamos oito que devem brilhar em suas modalidades e levar o Brasil ao pódio em categorias individuais.

Fabiana Murer – Salto com vara

Fabiana Murer se recupera de uma hérnia de disco cervical, com fisioterapia duas vezes por dia. A informação foi dada pela própria atleta, em seu Facebook. Campeã mundial indoor em 2010 e campeã mundial em 2011, Murer tem tudo para se destacar nos Jogos do Rio e chegar ao pódio. Ainda mais porque a bicampeã olímpica Yelena Isinbayeva, da Rússia, não virá para a Olimpíada.  

Sarah Menezes – Judô

Ouro em Londres, em 2012, a piauiense, de 26 anos, chega como candidata ao pódio na categoria ligeiro (até 48 KG).  O bicampeonato olímpico não será fácil, pois a japonesa Ami Kondo, que derrotou Sarah no Masters de Guadalajara, em maio, chega como favorita.

Publicidade
Publicidade

Érika Miranda – Judô

Érika Miranda deve ser outra brasileira a brilhar no judô. Na categoria até 52kg, a judoca conquistou o ouro no pan-americano de Toronto, em 2015. Repetir a cor da medalha no Rio de Janeiro é muito difícil, mas Érika deve estar no  pódio, independente da medalha que conquiste.

Mayra Aguiar – judô

A judoca gaúcha é a maior aposta deste esporte nos Jogos Olímpicos. Bronze em Londres-2012, Mayra luta na categoria meio-pesado (78kg) e é uma das favoritas ao ouro olímpico. A campeã de 2012, Kayla Harrisson, dos Estados Unidos, será a maior pedra no sapato de Mayra.

Maria Sullen Altheman – judô

Menos comentada que Sarah Menezes, Érika Miranda e Mayra Aguiar, Maria Sullen Altheman é candidata ao pódio na categoria acima de 78kg. O ouro é pouco provável já que a cubana Idalys Oritz, campeã olímpica em 2012, pan-americana em 2011 e 2015 e Mundial em 2013 e 2014, é apontada como grande favorita.

Publicidade

Aline Ferreira – Luta livre

Credenciada pela prata no Mundial de 2014 – a primeira medalha de uma brasileira no Mundial do esporte -, a paulista Aline Ferreira, 29, é candidata a pódio nos Jogos Olímpicos, na categoria até 75kg.

O ouro, no entanto, deve ficar com a norte-americana Adeline Gray, que venceu Aline em 2014 e foi bicampeã mundial no ano passado.

Ana Marcela Cunha – Maratona aquática

A baiana de 24 anos é candidata a chegar entre as primeiras colocadas na competição. Campeã mundial em 2011 e 2015, na categoria 25 km, as principais adversários serão a também brasileira Poliana Okimoto e a francesa Aurelie Muller, campeã mundial em 2015 (10 km).  

Poliana Okimoto – Maratona aquática

Para completar a lista de brasileiras que devem brilhar em esportes individuais, outra competidora da maratona aquática: Poliana Okimoto, paulista de 33 anos, com Pequim-2008 e Londres-2012 no currículo. A atleta foi campeã mundial em 2013, na prova de 10km.

  #rio-2016 #mulheres na olimpiada #mulheres medalhas