A disputa do boxe olímpico começa às 11h deste sábado (6), com as preliminares da categoria mosca ligeiro (46-49 kg). E logo às 11h15 o primeiro brasileiro da competição sobe ao ringue.

Patrick Lourenço vai enfrentar o colombiano Yurberjen Herney Martinez. O pugilista criado na comunidade carioca do Vidigal já foi o segundo melhor do ranking mundial e conseguiu um 5º lugar no Mundial de 2013. Mas a vida será dura para os brasileiros, de acordo com o sorteio das chaves realizado nesta quinta-feira (4).

Robenilson de Jesus, que compete pela categoria peso galo, inicia a competição contra Fahem Hammachi, um adversário que não deve dar trabalho.

Publicidade
Publicidade

Contudo, em seguida, deve enfrentar Shakur Stevenson, um dos mais bem cotados pugilistas dos Estados Unidos que está no Rio.

Quem também não deu sorte foi a medalhista olímpica Adriana Araújo. Lutadora da categoria peso-ligeiro, ela estreia contra a finlandesa Mira Potkonen, uma oponente já derrotada pela brasileira em diversas ocasiões, inclusive em sua campanha olímpica em Londres. A pedreira deve vir na segunda fase, quando pode cruzar com a irlandesa Katie Taylor, medalhista dourada em 2012.

O meio-pesado (-81kg) Michel Borges topa com um dos três profissionais que vão disputar as #Olimpíadas após uma mudança no regulamento feita em cima da hora. Seu rival é o camaronês Hassan N'Dam N'Jikam, que chegou a ser campeão mundial interino do peso-médio na Organização Mundial de Boxe (WBO). Se passar, o brasileiro pode enfrentar ainda o cubano Julio Cesar La Cruz, primeiro cabeça de chave e três vezes campeão mundial, nas quartas de final.

Publicidade

Uma das principais esperanças de medalha do Brasil é o peso-ligeiro Robson Conceição, que foi mais feliz no chaveamento. Ele não luta na primeira rodada e espera o vencedor do confronto entre o chinês Jun Shan e Anvar Yunusov, do Tajiquistão. O brasileiro só cruza com o favorito Lazaro Estrada, pugilista de Cuba e primeiro do ranking, em uma semifinal. Conceição foi apontado pela revista Sports Illustrated como provável medalhista de bronze.

As lutas de estreia dos brasileiros no boxe olímpico

Veja abaixo as datas e os adversários de estreia dos pugilistas brasileiros no boxe dos #Jogos do Rio 2016.

Patrick Lourenço (-49kg) enfrenta Yurberjen Martinez (COL) no dia 6 de agosto

Michel Borges (-81kg) enfrenta Hassan N'Dam N'Jikam (CMR) no dia 6 de agosto

Juan Nogueira (-91kg) enfrenta Jason Whateley (AUS) no dia 6 de agosto

Robson Conceição (-60kg) enfrenta o vencedor de Jun Shan (CHN) x Anvar Yunusov (TJK) no dia 9 de agosto

Robenilson de Jesus (-56kg) enfrenta Fahem Hammachi (ALG) no dia 10 de agosto

Joedison Teixeira (-64kg) enfrenta Abdelkader Chadi (ALG) no dia 11 de agosto

Adriana Araújo (-60kg) enfrenta Mira Potkonen (FIN) no dia 12 de agosto

Andreia Bandeira (-75kg) enfrenta  Atheyna Bylon (PAN) no dia 14 de agosto

Julião Neto (-52kg) enfrenta Antonio Vargas (EUA) no dia 13 de agosto

As regras do boxe nas Olimpíadas

Em relação ao boxe profissional, a modalidade olímpica tem algumas diferenças de regulamento, embora tenha havido mudanças nos Jogos do Rio 2016 para que uma se aproximasse mais da outra.

Publicidade

Neste ano, são 13 categorias distribuindo medalhas na modalidade, sendo 10 masculinas e 3 femininas.

No masculino, a luta é disputada em três rounds de três minutos cada um, e nos confrontos femininos são quatro assaltos de dois minutos. Depois de terminado o round, cinco juízes dão notas aos dois pugilistas. O vencedor recebe dez pontos por round e o perdedor ganha de seis a nove pontos, conforme seu desempenho.

O resultado de cada round é anunciado somente no fim do combate. A cada assalto, o computador escolhe de forma aleatória as notas de três dos cinco árbitros que acompanham a luta.

Para esta edição do Rio, foram feitas algumas mudanças. No boxe masculino, sai o capacete e a camiseta e também foi extinta a pesagem coletiva antes da primeira rodada. #Rio2016