Na noite desta terça-feira, 16, aconteceu a final do boxe masculino na categoria peso ligeiro, com atletas até 60 Kg. na Olimpíada do Rio de Janeiro.  Robson Conceição acabou se dando bem em uma luta com o francês Sofiane Oumiha. Desde o princípio, o brasileiro de 27 anos começou bem na disputa e ajudou o Brasil a conquistar sua terceira medalha de ouro na competição. Para a luta contra o francês, o atleta teve que desbancar grandes nomes da luta mundial, como os atletas de Cuba. Na televisão, o narrador Galvão Bueno foi ao delírio a cada golpe do pugilista. Essa é a primeira vez que o Brasil ganha uma medalha de ouro nessa competição. 

Por curiosidade, essa luta teve todo um frisson, mesmo com o brasileiro tendo grande vantagem desde o início.

Publicidade
Publicidade

Os dois primeiros rounds foram claramente de Robson. O terceiro demorou um pouco para sair o resultado, mas por unanimidade ele também levou a melhor. O momento realmente foi histórico. O boxeador agora pretende se dedicar ao MMA, trilhando o caminho de grandes ídolos, como Anderson Silva e Junior Cigano. 

Na internet, a vitória do brasileiro foi muito comemorada e ajudou a afastar um pouco o fantasma da atual campanha olímpica ser uma das piores da história. O país agora já tem o mesmo número de ouros do que em Londres, na Inglaterra. O recorde de ouros em uma única competição nas olimpíadas ocorreu em Atenas, no ano de 2004. No entanto, muita gente não acredita mais na promessa das entidades governamentais, que era de colocar o Brasil nos dez primeiros lugares do pódio.

Com a vitória do boxeador de ouro, o Brasil agora está na décima quinta posição do pódio.

Publicidade

O décimo lugar é a Coreia do Sul, que tem o dobro de ouro dos brasileiros, com seis medalhas douradas. Os Estados Unidos mantém a primeira colocação desde o princípio e já recebeu quase 100 medalhas nessa competição. Dessas, 28 foram douradas.  #boxe #Rio2016