Após a boa estreia na quarta-feira (3) da Seleção feminina de futebol nas Olimpíadas, com a vitória de 3x0 sobre a China, nesta quinta (4) é a vez da seleção masculina dar início à busca do ouro inédito.

Com a queda de Dunga depois da desastrosa eliminação na Copa América, a missão de comandar o time nos Jogos Olímpicos ficou com Rogério Micale. Especialista na formação de jogadores, Micale já estava preparando o grupo olímpico, mas caberia ao técnico da Seleção principal comandar a equipe durante as #Olimpíadas. Até então desconhecido do grande público, o treinador vem agradando pela proposta de jogo e pelos nomes que trouxe para a seleção olímpica.

Publicidade
Publicidade

No grupo de jogadores o principal destaque é Neymar, um dos mais experientes e o capitão da equipe. Ele estará indo para a sua segunda olimpíada, após ter ficado com a prata em Londres, 2012. Junto ao atacante do Barcelona, no grupo de atletas acima dos 23 anos, estão o goleiro Weverton, do Atlético Paranaense – convocado às pressas no lugar de Fernando Prass – e o meio-campo Renato Augusto, ex-Corinthians e atualmente no #Futebol chinês.

Juntos eles servirão para dar tranquilidade aos mais jovens, jogadores considerados bastante promissores como os atacantes Gabriel Jesus (jogador do Palmeiras recém-contratado pelo Manchester City da Inglaterra) e Gabriel (Gabigol, do Santos). Além de Marquinhos e Rafinha, que já jogam em grandes equipes da Europa: PSG e Barcelona, respectivamente.

A primeira partida da Seleção masculina será contra a seleção sul-africana às 16 horas no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Publicidade

Segundo Rogério Micale, em entrevista coletiva na quarta-feira (3), a torcida pode esperar um time com determinação e vontade de apresentar um bom futebol e conquistar a tão sonhada medalha de ouro. #Rio2016