No fim da noite desta segunda-feira (1), quase às 23h, Armando Pérez, presidente interino da AFA (Associação de #Futebol Argentina), oficializou a contratação do técnico do São Paulo, Edgardo Bauza, para o comando técnico da seleção alviceleste. Os dois, juntamente com outros dirigentes da associação, já haviam se reunido 10 dias antes, em Buenos Aires, mas nenhuma proposta fora colocada à mesa pois havia outros nomes sendo estudados como Jorge Sampaolli, desejo dos argentinos que não se concretizou porque assinou com o Sevilla, da Espanha, há menos de um mês. A AFA até tentou ficar com o treinador propondo um contrato compartilhado de um ano em que Sampaolli poderia desenvolver suas atividades tanto no clube espanhol quanto na seleção argentina, mas os dirigentes do Sevilla não aceitaram a proposta.

Publicidade
Publicidade

Diante da pressão por um anúncio para o substituto de Gerardo Martino para que a seleção da Argentina possa iniciar logo a sua recuperação para as disputas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, depois do vice campeonato na Copa América Centenário de 2016, vencida pelo Chile; a AFA acabou por escolher o técnico tricolor.

Agora quem tem de correr para repor a ausência do seu treinador é o São Paulo. O técnico Dunga, segundo a imprensa esportiva, já ofereceu-se para o cargo através de seu agente, mas o clube paulista não o tem como prioridade uma vez que o próprio treinador gaúcho, em outra oportunidade, teria negado um convite dos são-paulinos.

José Medicis, vice-presidente de futebol do tricolor, revelou que há um nome sendo monitorado pelos cartolas do clube e que provavelmente será anunciado nos próximos dias.

Publicidade

Segundo o dirigente, trata-se de um técnico competente, com expertise e renomado, mas ele não declarou seu nome, tampouco se é estrangeiro ou brasileiro.

Pelo que Medicis disse em entrevista à Rádio Globo, a negociação com o futuro treinador do São Paulo já está em andamento e ele deve ser anunciado antes da partida do time contra o Atlético-MG, na próxima quinta-feira (4), no Morumbi, às 19h30, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Quando perguntado sobre a possibilidade de Abel Braga desembarcar no CCT da Barra Funda, Medicis respondeu que não confirmaria e nem negaria, mas que não houve nenhum contato com o treinador.

A diretoria do clube paulista não começou a buscar um substituto para Edgardo Bauza apenas agora, com o anúncio da saída do argentino. As sondagens iniciaram-se quando as chances do técnico deixar o clube aumentaram com sua declaração de que aceitaria um convite da AFA e também quando o mesmo reuniu-se, em Buenos Aires, com os cartolas argentinos.

Auxiliar técnico de Bauza, o ex-volante Pintado não deve comandar a equipe na partida desta quinta que provavelmente terá André Jardine, treinador da base tricolor, à beira do gramado dando as coordenadas à equipe são-paulina.

Publicidade

Sem confirmar, José Medicis disse que até há chances de Bauza ter o jogo contra o Galo como sua despedida oficial do clube paulista.

Na mesma entrevista, Medicis afirmou que o ex-volante tricolor deverá permanecer na função de auxiliar técnico e pode até assumir o elenco de forma interina enquanto o clube não colocar em campo o substituto de Patón. #São Paulo FC #PaixãoPorFutebol