#Neymar foi o autor do gol de pênalti que garantiu o inédito ouro olímpico da seleção brasileira, no sábado, no Maracanã, na partida diante da Alemanha. Mas nem tudo foi festa para o craque do Barcelona.

Descontrole

O vídeo de 30 segundos filmado por um torcedor das arquibancadas do Maracanã mostra Neymar dando a volta olímpica, com a medalha pendurada no pescoço.

Acompanhado por seguranças e cercado por repórteres, o jogador do Barcelona para em frente a um grupo de torcedores que gritava “Neymar, Neymar” e inicia as ofensas direcionadas a alguém.

Em meio aos gritos dos torcedores que gritavam o nome do jogador, não dá para ouvir o que torcedor ofendido por Neymar teria dito ao camisa 10 da seleção e nem quem ele é.

Publicidade
Publicidade

As ofensas de Neymar também não são totalmente audíveis, mas é possível fazer a leitura labial de uma das frases do jogador: “otário, vai tomar no...”. O segurança tenta retirar o jogador, que avança novamente em direção à arquibancada para continuar os xingamentos.

Outros torcedores tentam contornar a situação. “Calma, Neymar”, diz um. “Aqui é Brasil”, diz outro. Quando tudo parecia resolvido, o jogador volta, continua a falar e gesticular e dá um tapa em uma espécie de lona que está na beira da arquibancada.

Nervosismo

O torcedor que foi ofendido por Neymar e, provavelmente, deve ter ofendido o jogador, não é identificado no vídeo e nem as ofensas que pode ter dito são ouvidas. Mas, imagina-se, que Neymar não ofenderia ninguém de graça.

Logo depois do jogo, o camisa 10 da seleção já havia demonstrado que as críticas que recebera durante a campanha do Brasil no futebol masculino o incomodara.

Publicidade

“Vocês vão ter que me engolir”, disse o jogador, parafraseando o ex-jogador e ex-treinador Zagallo.

Claro que um jogador de futebol, como qualquer ser humano, tem o direito de ficar nervoso, de falar besteira em algum momento e de errar. Como também os críticos muitas vezes cruzam a linha tênue que separam a crítica da ofensa.

Mas o que torcedor teria dito a Neymar que o ofendeu tanto, a ponto de o craque da seleção esquecer que carregava amarrada em sua cabeça uma faixa com a inscrição “100% Jesus” e partir para a ofensa¿ Há justificativa para o jogador agir assim¿ Quem é este torcedor¿

Quem o defende, vai dizer que foi algo momentâneo, que o jogador foi ofendido e que sua atuação foi justificável. Quem o crítica, vai dizer que o jogador passou dos limites, que errou e que é um ‘monstro’. Quem está certo, afinal¿

O fato é que Neymar precisa se controlar e saber que, mais importante do que saber perder, é saber ganhar e, por estar em um meio tão passional como o futebol, tem que trabalhar o autocontrole e a moderação. #Neymar xinga torcedor