O esporte mundial está de luto. Na manhã desta terça, morreu, vítima de uma pneumonia, #João Havelange, ex-presidente da FIFA e membro do Comitê Olímpico Internacional (COI). Ele tinha 100 anos de idade e, desde o último mês de junho, estava internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro.

Em 2012, o ex-dirigente esteve internado no mesmo hospital e teve sucesso na luta contra a infecção respiratória. Dessa vez, ele não resistiu.

Nascido em 08 de maio de 2016, o carioca Havelange era filho de um belga comerciante de armas. Desde a infância, começou a sua vida esportiva. Iniciou como atleta de pólo aquático do Fluminense, clube pelo qual torcia e onde também praticava outras modalidades, como natação (fez parte da delegação brasileira nas Olimpíadas de 1936, em Berlim, na Alemanha) e futebol.

Publicidade
Publicidade

Em 1952, voltou ao pólo aquático e conquistou a medalha de prata nos Jogos de 1952, em Helsinque, na Finlândia.

As suas raízes tricolores, no entanto, não impediram de assumir a presidência do Vasco. Também esteve à frente da Federação Paulista de Natação. No ano de 1956, tornou-se o mandatário da antiga Confederação Brasileira de Desportos (atual CBF) e viu a seleção brasileira de futebol conquistar os seus três primeiros mundiais: 1958,1962 e 1970.

Em 1974, deu o maior passo de sua carreira, quando se elegeu o presidente da FIFA, cargo que exerceu até 1998, quando foi substituído pelo suíço Joseph Blatter.

De 1963 a 2011, foi um dos membros do #COI e só pediu desligamento do posto após se tornar suspeito de corrupção ainda quando dirigia a FIFA. Na ocasião, foi acusado, juntamente com o seu então genro Ricardo Teixeira, na época, presidente da CBF, de participar de um esquema de pagamento de propina com a ISL.

Publicidade

Socialmente, João Havelange se formou em advocacia. Também era empresário, sendo até diretor-executivo da Viação Cometa, uma das mais tradicionais empresas de ônibus brasileira. Além disso, realizava trabalhos filantrópicos. Por conta disso, recebeu várias condecorações e chegou a ser indicado com Prêmio Nobel da Paz. #PaixãoPorFutebol