Na nublada manhã desta sexta, o Fluminense realizou, nas Laranjeiras, mais um dia de preparação para o confronto de segunda, às 20h (de Brasília), no estádio Giulite Coutinho, em Édson Passos, distrito de Mesquita, no Grande Rio, diante do Atlético-MG, válido pela 24ª rodada do #Campeonato Brasileiro.

Mais uma vez, o elenco foi dividido. No campo, os reservas e alguns titulares iniciaram com um trabalho tático e, logo em seguida, aprimoraram as finalizações. Destaque para a presença de Marcos Júnior, que, após reclamar de um incômodo na coxa direita na última quinta, participou do treino sem qualquer tipo de limitação. Outro fato a chamar a atenção foram os belos gols marcados pelo meia argentino Claudio Aquino e os atacantes Henrique Dourado, Samuel, Pedro e Richarlison.

Publicidade
Publicidade

Enquanto isso, os demais atletas fizeram uma intensa atividade física na academia do clube e, posteriormente, deram uma corrida em volta do gramado.

Sendo assim, o time para a partida contra o Galo segue um mistério. De certo é que o #Fluminense terá dois desfalques: Diego Cavalieri, afastado por cerca de um mês devido a um estiramento muscular grau 2 na coxa direita, sofrido na derrota da última quarta, na Ilha do Governador, para o Botafogo (1 a 0) e Pierre, que, no mesmo clássico, recebeu o terceiro cartão amarelo. No gol, haverá a entrada simples de Júlio César. Já no meio, o técnico Levir Culpi pode optar por Édson, Douglas ou Marquinho. Essa dúvida será sanada durante os treinamentos de sábado e domingo, ambos a partir das 9h (de Brasília), que serão fechados à imprensa e realizados na Escola de Educação Física do Exército, na Urca, zona sul do Rio de Janeiro.

Publicidade

Somando 34 pontos, seis a menos do que o Corinthians, quarto colocado, o Fluminense ocupa, atualmente, o oitavo lugar no Brasileirão e precisa da vitória sobre o Atlético-MG para continuar almejando um lugar no G-4 do principal certame do futebol nacional, o que asseguraria, dessa forma, uma classificação para a próxima edição da Taça Libertadores da América. #PaixãoPorFutebol