Marieke Vervoort faz parte da equipe de #Atletismo dos Jogos Paralímpicos Rio 2016 e está em busca de mais uma medalha de ouro para a sua carreira. Mas, apesar da aparente felicidade com as suas conquistas no esporte, a atleta afirmou que está considerando a #Eutanásia após as competições.

As informações são do site The Daily Mail, que divulgou que Marieke, de 37 anos, sofre de uma doença degenerativa na coluna vertebral que a impede de dormir tranquilamente, uma necessidade básica para o bem-estar do ser humano.

"O Rio é o meu último desejo", revelou a atleta que pretende entrar com seu pedido de eutanásia, que é uma morte sem sofrimento, induzida em hospitais por médicos, a pedido do paciente, que sofre de alguma doença sem cura e que causa sofrimentos incontroláveis.

Publicidade
Publicidade

Marieke que já conquistou uma medalha de ouro nos Jogos Paralímpicos de Londres, em 2012, nos 100 metros, se locomove com uma cadeira de rodas desde que tinha 14 anos de idade, quando a doença em sua coluna vertebral começou a se agravar.

Além dessa medalha de ouro, a atleta também conquistou uma medalha de prata nos 200 metros das paralimpíadas de 2012. Contudo, apesar do sucesso na carreira de atletismo, Marieke Vervoort vem sofrendo incontrolavelmente e pretende dar um fim em sua carreira e em sua vida, logo após as competições.

“Todo mundo me vê sorrindo com minha medalha de ouro, mas ninguém vê o lado escuro. Sofro muito e, às vezes, durmo apenas 10 minutos por noite”, revela a corredora que vai escolher a melhor opção para encerrar o ciclo de sua vida, assim que retornar à Bélgica, seu país de origem.

Publicidade

Porém, antes de realizar a eutanásia, que é legal na Bélgica desde 2002, a atleta paralímpica deseja realizar ainda outros sonhos pessoais. Além da medalha de ouro, Marieke criou uma lista com vários desejos que quer concluir antes de sua morte, o que inclui realizar acrobacias no ar.

A eutanásia é permitida em alguns países do mundo e para que seja realizada é necessário que três médicos consintam o ato por meio de um documento escrito por eles. #Jogos Paralímpicos Rio 2016