Os times eram os mesmos que decidiram o Superbowl 50 há sete meses, mas, desta vez, parecia que a história seria diferente. Em pleno Sports Authority Field at Mile High, estádio localizado na cidade de Denver, os Panthers, da Carolina do Norte, lutaram bravamente, venciam até o início do último quarto, mas, no fim, foram superados pelos Broncos, no jogo encerrado no início da madrugada de 9 de setembro (sexta-feira), que serviu de abertura da temporada 2016/2017 da National Football League (NFL). No final, o placar marcou 21 a 20 a favor dos atuais campeões da liga e que pertencem à Divisão Oeste da Conferência Americana (AFC).

Os Panthers, da Divisão Sul da Conferência Nacional (NFC) foram superiores desde o ínicio e saíram na frente.

Publicidade
Publicidade

Faltando 7 minutos para terminar o primeiro quarto, o quarteback Cam Newton, em sua sexta temporada, acertou um passe para Kelvin Benjamim, que correu por 14 jardas para marcar o primeiro touchdown do jogo. Com o extra point convertido, a franquia da Carolina abriu uma vantagem de 7 a 0. O segundo quarto começou com o atual campeão dando sinais de que mudaria o placar e a história do jogo. O portador desta esperança foi Andy Janovich, que numa jogada maravilhosa se livrou dos adversários e correu por 28 jardas para fazer seu touchdown. Com a conversão do extra point por Brandon McManus, a partida ficou empatada.

No entanto, Cam Newton, a estrela dos Panthers estava disposto a jogar. Depois de uma longa campanha, carregou ele próprio a bola oval para a endzone, correndo para mais um touchdown, o 35º de sua carreira.

Publicidade

Com o ponto extra convertido, o time da Carolina do Norte chegou aos 14 a 7. Mas teria tempo ainda de recuperar a bola e conseguir um field gol de 44 jardas, anotado pelo kicker Graham Gano.

No terceiro quarto o jogo seguiu em banho-maria, com as defesas se sobrepujando aos ataques e sem mudança do placar. No entanto, os Broncos passaram a imprimir mais pressão sobre Cam Newton, que, por sua vez, passou a errar alguns passes fáceis para um quarterback do seu nível. No último quarto, o jogo ganhou novos contornos a partir do touchdown de C.J. Anderson, depois de uma bola passada pelo novato Trevor Siemian, que está em sua temporada de estreia. Convertido o extra point, o Denver ficou a uma campanha de superar seu incômodo visitante.

E a chance veio faltando 14 minutos para o fim do jogo, depois que Cam Newton foi interceptado durante uma tentativa de passe para Kelvin Benjamin. A partir dali, com uma campanha devastadora, rapidamente os Broncos chegaram às portas da endzone dos Panthers, parando a uma jarda do touchdown.

Publicidade

Mas coube a C.J. Anderson levar mais uma vez a bola ao ponto máximo do campo, e virar o jogo a favor dos donos da casa (21 a 17, com o extra point).

Ainda faltavam 9 minutos e meio para o fim do jogo, tempo mais do que suficiente para mudar o desfecho de uma partida de futebol americano. No entanto, na sua vez de atacar, os Panthers tiveram de se contentar com um field gol de 36 jardas anotado por Gano, ficando assim em desvantagem de 1 ponto (21 a 20 a favor dos Broncos). Restavam pouco mais de 4 minutos para o encerramento e os Panthers ainda tiveram a posse da bola e a chance de virar mais uma vez o jogo em um field gol de 50 jardas a 9 segundos do fim do jogo. E Graham Gano errou. Assim os Broncos venceu mais uma vez os Panthers e mantiveram sua faixa de campeão da liga intacta e sem carimbo. #Denver Broncos #Futebol Americano #NFL - National Football League