No início da tarde desta segunda, a Conmebol (Confederação #Sul-americana de Futebol) oficializou um pacote de alterações nas suas principais competições. Já a partir do ano que vem, a Taça Libertadores, atualmente contando com 38 clubes, passará a ter mais quatro participantes e será realizada de fevereiro a dezembro. Além disso, a final do torneio acontecerá em jogo único e campo neutro.

Enquanto isso, a Copa Sul-Americana ficará compreendida de março a dezembro. O vencedor da competição permanece indo para a #Libertadores, mas, ao invés de ter a necessidade de passar pela etapa preliminar, conforme o que vem acontecendo, entrará direto na fase de grupos.

Publicidade
Publicidade

Em comunicado oficial através do Twitter, publicado pelo portal IG, o presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, disse que as mudanças obedeceram uma avaliação criteriosa por parte da entidade. Segundo o mandatário, os clubes, durante um longo período, eram obrigados a escolher entre os torneios locais e as competições sul-americanas, prejudicando, dessa maneira, a qualidade de ambos os certames.

"Essa mudança nos permitirá melhorar o desempenho esportivo nos torneios nacionais, proteger os jogadores e, além disso, potencializar a qualidade de jogo das copas continentais", complementou Dominguez.

Sobre o jogo único na decisão da Libertadores, Alejandro Dominguez argumentou que a decisão visa dar mais competitividade, pois, de acordo com o dirigente, nos confrontos de ida e volta, o título, em 70% das vezes, ficava com quem atuava a segunda partida como mandante.

Publicidade

"A final em jogo único e campo neutro é uma justiça esportiva", resumiu.

Com essas ampliações na Libertadores, o Brasil deve ter o direito de indicar mais um representante na competição. A dúvida fica se irá para o quinto colocado do Campeonato Brasileiro ou para o vice da Copa do Brasil. Existe, ainda, uma possibilidade remota de a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) promover um torneio com os vencedores das últimas Copa Regionais: Copa da Primeira Liga (Fluminense), Copa do Nordeste (Ceará) e Copa Verde (Paysandu), além dos campeões carioca (Vasco) e paulista (Santos). #PaixãoPorFutebol