O #Corinthians gastou muito nessa temporada para trazer reforços, mas não foram do mesmo nível dos jogadores que deixaram o clube. A necessidade de novos reforços ficou evidente na derrota para o Fluminense na Arena Corinthians, no último domingo, 25. A diretoria nessa temporada fez um péssimo planejamento e é muito criticada por conta disso. Pensando nisso, eles já estão se planejando para a próxima temporada, e novos nomes podem chegar no CT Joaquim Grava. A diretoria alvinegra está de olho em jogadores da primeira e segunda divisão do Brasileirão, além de jogadores que atuam fora do Brasil. Além do ataque, a diretoria quer reforçar o meio de campo e também a parte defensiva da equipe paulista. 

Principais nomes do time e que podem chegar em breve

O atacante Gustavo chegou do Criciúma e já teve algumas oportunidades, mas mesmo assim não conseguiu marcar nenhum gol e gera mais impaciência da torcida com o o setor ofensivo. A sua capacidade é questionada pela torcida, que ainda não viu o #Futebol que o fez chegar ao Timão. Para reforçar o ataque, dois nomes agradam a diretoria Corinthiana: Sassá, do Botafogo, e Luidy, do CRB-AL.

Publicidade
Publicidade

O atacante Sassá vem fazendo um excelente Campeonato Brasileiro. Joga bem por todos os lados do campo e já balançou as redes em dez oportunidades nesse Brasileirão. O Corinthians já entrou em contato com os representantes do jogador do Botafogo, mas as conversas ainda estão se iniciando para uma possível transferência do jogador. Já com Luidy, do CRB, o Corinthians acredita que a negociação vai ser mais fácil. No atual elenco os jogadores Lucca e Romero são os que mais ganham oportunidades. Mas nenhum dos dois vem agradando a torcida. As chances no time principal se devem, principalmente, à baixa qualidade do elenco Corinthiano. 

No último domingo, na Arena, o Corinthians criou muitas oportunidades, mas pecou na finalização e acabou levando um gol nos últimos minutos, o que garantiu a vitória do time carioca.

Publicidade

Agora a busca pela vaga na Libertadores vai ficando cada vez mais difícil. #Esporte