A temporada 2017 tem sido instável para o Sport Club #Corinthians, especialmente depois da saída do técnico Tite para a Seleção Brasileira. Esta instabilidade fica mais evidente quando o Timão tem de deixar sua Arena para atuar na casa do adversário. Com apenas 33% de aproveitamento, ou 4 vitórias em 12 partidas, o time de Cristóvão Borges tem um retrospecto nada favorável, vindo de três insucessos seguidos fora de Itaquera, na Zona Leste da capital paulista.

Entretanto, o cenário de pessimismo pode ser substituído por uma atmosfera esperançosa se o Corinthians, contra o Coritiba, no Couto Pereira, na noite desta quarta-feira (14), levar em conta os triunfos obtidos fora de casa nas partidas em que não permitiu nenhum avanço que resultasse em tento do time anfitrião no gol de Cássio.

Publicidade
Publicidade

Foi assim contra o Sport, na Ilha do Retiro, com o Timão marcando 2 a 0 na casa dos pernambucanos. Em Minas Gerais, o alvinegro paulista venceu o América, também por 2 a 0, mesmo placar com o qual derrotou a Chapecoense, em Santa Catarina e, por último, deixou o Beira Rio com a vitória de 1 a 0 sobre o Internacional.

A qualidade e a garra da zaga corintiana é a aposta de Borges para manter o time sem ser vazado e conquistar os três pontos na partida desta quarta-feira, às 21h45, pela 25ª rodada do Brasileirão.

Em Santos, no último domingo (11), o Timão poderia ter mantido os resultados satisfatórios conquistados em Recife, Belo Horizonte, Chapecó e Porto Alegre, não tivesse se atrapalhado na segunda etapa do jogo válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de dominar todo o primeiro tempo e abrir o placar, com Marlone, aos 36 minutos, o Corinthians se desorganizou taticamente e acabou sofrendo um revés, após o intervalo, com a virada do alvinegro praiano.

Publicidade

Desta forma, confirmou-se a estatística de que, fora de casa, se tomar um gol o Corinthians perde. Aconteceu na Bahia, com o êxito do Vitória por 3 a 2; no Allianz Parque, com a vitória do Palmeiras, atual líder do Brasileirão, por 1 a 0; no Rio de Janeiro, quando o Timão perdeu por 1 a 0 para o Fluminense; em Minas Gerais, na derrota para o Atlético por 2 a 1; no Paraná, no êxito do Atlético paranaense por 1 a 0; em Porto Alegre, na vitória do Grêmio por 3 a 0 e em Campinas, São Paulo, com a Ponte Preta vencendo o Timão por 2 a 0.

Para virar o jogo e anular o mal restrospecto fora de casa, o Todo Poderoso precisa vencer o Coxa Branca, em Curitiba, às 21h45 desta quarta-feira (14) sair do Paraná com 43 pontos na tabela do Brasileirão. #Campeonato Brasileiro #PaixãoPorFutebol