Sem o Maracanã ao longo do Campeonato Brasileiro inteiro por conta dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paralímpicos, o #Fluminense buscou em Edson Passos um local para mandar suas partidas no Rio de Janeiro, uma vez que Volta Redonda não vinha levando a torcida tricolor às arquibancadas.

Com um investimento pequeno, em torno de R$ 700.000,00 para atender algumas exigências de segurança e para reformar o gramado (ficou um tapete) e com estação de trem na porta, os dirigentes do clube apostaram no sucesso da empreitada. E foram muito felizes.

O estádio tem sido um aliado do time em campo, um talismã. Um pouco pela proximidade da torcida em relação ao campo, o que permite pressão em cima do adversário e contagiar com empolgação e alegria o time do Fluminense em campo.

Publicidade
Publicidade

A nostalgia dos velhos estádios cheios (a capacidade do estádio é pequena e permite lotar facilmente), assistir jogo em pé na arquibancada de cimento, cerveja liberada no entorno e dentro do estádio, tudo isso cria um ambiente propicio aos torcedores mais fanáticos e empolgados. E tem dado certo. O Fluminense ainda não perdeu no estádio e arrancou uma virada e goleada no time do Atlético Mineiro pela última rodada.

Ontem teve o famoso rachão, antes do jogo, e depois os jogadores seguiram para casa. Hoje se concentram pela manhã no hotel até a hora do jogo.

Levir Culpi não deu nenhuma pista do time que entrará jogando. Mas, a julgar pela partida contra o Atlético Mineiro, Danilinho deve ser sacado e Magno Alves - que participou dos quatro gols - deve sair jogando.

A torcida lotará a Bombonera tricolor para apoiar e empurrar o time na tentativa de mais uma vitória neste difícil #Campeonato Brasileiro.

Publicidade

A maior parte dos ingressos para o jogo já foi vendida. Os setores B e C já estão com os ingressos esgotados, restando poucos ingressos para o setor A.

Local: Giulite Coutinho, Mesquita (RJ)

Data e hora: 15/09/2016, às 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Cláudio Francisco Silva (SE)

Auxiliares: Ailton Farias da Silva (SE) e Daniel Vidal Pimentel (SE) #Futebol