Rafael Marques entrou em campo aos 31 minutos do segundo tempo, na Arena do Grêmio, para ocupar a vaga do medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Rio 2016 com a Seleção Brasileira, Gabriel Jesus que, com dores na virilha, pediu para ser substituído.

A partida, válida pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro, terminou empatada em 0 a 0 e o resultado manteve o Verdão na liderança do torneio com 47 pontos. Porém, a diferença para o Flamengo, segundo colocado e próximo adversário do #Palmeiras - quarta-feira, dia 14, às 21h45 no Allianz Parque -, que era de três pontos, agora caiu para apenas um.

Embora não tenham saído de Porto Alegre com mais três pontos, elenco e comissão técnica do time paulista não enxergaram o empate na casa do adversário como um mau resultado.

Publicidade
Publicidade

O único sinal de alerta foi aceso por conta da saída de campo de Gabriel Jesus, quase ao final da partida, com dores na virilha. O jogador realizará exames nesta segunda (12) para que seja diagnosticada a gravidade da lesão.

Questionada sobre uma possível sobrecarga de atuação do atacante palmeirense que, nesta semana, entrou em campo três vezes, a comissão técnica Alviverde negou que o atleta tenha sentido o desconforto em virtude dos pequenos intervalos entre uma partida e outra que disputou. Na semana passada, Jesus vestiu a camisa da Seleção Brasileira na partida contra a Colômbia, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018, na terça-feira (6) e já no dia seguinte, no feriado de 7 de setembro, estava novamente no gramado do Palestra Itália para o clássico contra o São Paulo pela 23.ª rodada do Brasileirão.

Publicidade

Rubens Sampaio, médico do Verdão, informou aos jornalistas que as dores sentidas por Jesus são decorrentes de uma lesão no músculo adutor da virilha e que têm mais a ver com a intensa movimentação na região do corpo do que com esforços referentes à sequência de partidas disputadas pelo jogador.

Além de Sampaio, o técnico Cuca também afirmou que a lesão do camisa 33 poderia ter acontecido com qualquer outro atleta do elenco, ressaltando que o departamento médico do Verdão o avaliou e atestou suas condições em 100% para a partida na capital do Rio Grande do Sul.

Com dois cartões amarelos, o treinador palmeirense correu risco relacionando e colocando o garoto para jogar já que, se tomasse uma terceira advertência, estaria automaticamente fora da partida decisiva pela permanência na liderança do Brasileirão, contra o Flamengo, nesta quarta-feira. #Campeonato Brasileiro #PaixãoPorFutebol