O jovem prodígio Samuel Chukwueze, de apenas 17 anos, já está a caminho de Portugal para assinar pelo FC Porto. Tal como informa o portal “Africanfootball”, depois de Arsenal e o Monaco terem demonstrado um enorme interesse na contratação do jovem que brilhou no último Campeonato do Mundo jovem, onde a sua seleção, a Nigéria, foi a grande vencedora. Apesar de ainda não se saber ao certo os detalhes do negócio, a verdade é que a contratação de um jovem menor de idade, batendo dois grandes clubes europeus, não deixa de ser um feito histórico para o clube português.

O mercado de transferências fechou há uns dias na Europa, contudo o FC Porto garantiu a chegada do talentoso atacante Chukwueze, que com uma idade tão jovem conseguiu encantar os melhores olheiros europeus.

Publicidade
Publicidade

Com muito sucesso a valorizar os seus jogadores, o FC Porto acabou sendo o clube que melhores condições teria garantido para convencer o jovem de classe mundial.

Como garante o site “Notícias ao Minuto”, o jovem nigeriano deverá, apesar do seu enorme talento, iniciar o seu percurso em Portugal nas categorias mais jovens do clube, sempre com a ambição de poder chegar ao plantel profissional dentro de muito pouco tempo. Acompanhado durante a sua viagem, o nigeriano deverá agora acertar todos os detalhes do seu contrato profissional.

Nas redes sociais, muitos portugueses demonstraram estar em choque pela forma como a direção portista conseguiu bater dois grandes clubes do futebol europeu e contratar um dos jovens com mais potencial no mundo, tendo maravilhado no ano passado todos os que acompanharam o último Campeonato do Mundo jovem e sendo crucial para a vitória final da seleção nigeriana.

Publicidade

Depois de uma dura derrota contra o rival Sporting, perdendo assim a liderança na classificação, o Porto conseguiu assim, por alguns dias, fazer com que a sua exigente torcida pudesse esquecer aquele que não foi um bom início de Campeonato Português para o clube portista, que não conseguiu vencer o certame nos últimos três anos.  #Negócios #Futebol Internacional