Depois de estar  com o terceiro técnico no Campeonato Brasileiro desse ano, o Internacional ainda não conseguiu melhorar a qualidade do seu futebol. Na noite desta segunda-feira, no Horto, enfrentou o América mineiro, último colocado na tabela de classificação, e foi derrotado por 1 x 0 em partida válida pela 26ª rodada da competição. 

Com o resultado, a equipe gaúcha caiu uma posição no Z-4, ocupando, nesse momento, o 18º  lugar. A situação só não ficou mais dramática porque a rodada foi favorável para a equipe comandada por Celso Roth, pois os principais adversários também perderam pontos no final de semana passado. No próximo domingo, o Internacional enfrenta outro mineiro, o Atlético, que, diferentemente, do América, está muito bem colocado no Brasileirão 2016, ocupando a 3ª posição. 

Após a partida desta segunda-feira, nas entrevistas de dirigente, técnico e jogadores, pôde-se observar um clima de apatia, desânimo.

Publicidade
Publicidade

O volante Rodrigo Dourado, jogador da base do clube, saiu de campo chorando ao término do jogo. O vice-presidente de Futebol, Fernando Carvalho, desenvolveu um discurso otimista apostando que as coisas serão diferentes daqui para a frente e que a solução passa por continuar trabalhando e acreditando. O dirigente colorado tratou de garantir a permanência de Roth no cargo, apesar dos resultados negativos da equipe.

Enquanto isso, o treinador #Celso Roth parecia ter visto uma partida que apenas ele enxergou, onde o Internacional teve domínio do jogo e o gol do América foi circunstancial a partir da saída do volante Anselmo, que deixou o campo lesionado. Mais do que isso, Roth dá a impressão de que, dificilmente, colocará em campo, como titulares, o venezuelano Seijas e uruguaio Nico Lopez, principais contratações do Inter para a temporada. 

No entender do treinador colorado, Seijas e Nico deixam o Internacional muito exposto e o comandante prefere um time com mais cuidados defensivos, embora, mesmo jogando com esse esquema na partida de hoje, não tenha impedido que o América fosse mais perigoso que o Inter no ataque, acertando, inclusive, uma bola na trave do goleiro Danilo Fernandes.

Publicidade

Passados pouco mais de 30 dias desde sua estreia, o técnico Celso Roth ainda não conseguiu encontrar o tal equilíbrio para o time, que tanto enfatiza nas entrevistas coletivas. 

Na partida dessa segunda-feira, jogadores como Valdívia, Sasha, Paulão e Rodrigo Dourado, que no começo da temporada eram considerados destaques da equipe, simplesmente pareciam ter desaprendido de jogar futebol. Não conseguiam trocar quatro passes certos. Enquanto isso, atletas como Anderson, Alex e Andrigo, que possuem como característica um bom passe, não saíram do banco de reservas.

Essa foi a quarta derrota do Celso Roth no Campeonato Brasileiro desde que assumiu o comando técnico da equipe. Enquanto isso, o América-MG venceu a sua primeira partida após 10 jogos sem ganhar. De acordo com a estatísticas, para não ser rebaixado, pela primeira vez na sua história, o Inter terá que vencer seis das doze partidas que disputará até o final do Brasileirão 2016. Para uma equipe que, nessa competição ficou sem vencer durante 14 rodadas, será praticamente uma façanha.

Publicidade

  #Fernando Carvalho #Sport Club Internacional