As coisas ficaram bem complicadas para o técnico da seleção da Inglaterra, #Sam Allardyce, por conta de uma matéria investigativa promovida pelo jornal inglês The Thelegraph, um dos mais conceituados do país. A publicação pretende desvendar esquemas de corrupção no futebol inglês.

Na primeira reportagem a respeito do assunto, o treinador da seleção inglesa aparece negociando um acordo superior a R$ 1 milhão para fraudar as leis do país, favorecendo uma empresa asiática fantasma, criada pela reportagem do jornal, na transferência de jogadores da Inglaterra. Desde o ano passado, a FIFA proíbe qualquer participação de empresários ou investidores na contratação de atletas de clube de futebol. 

O técnico Allardyce se ofereceu para atuar como embaixador viajando para Singapura e Hong Kong.

Publicidade
Publicidade

Filmado por uma câmera escondida, Sam explicou para o jornalista, disfarçado de empresário, como transgredir as regras da FIFA no que diz respeito a participação de investidores, chamados de terceira parte, na contratação de jogadores de futebol. 

Durante a reportagem do jornal #The Telegraph, o técnico da seleção da Inglaterra declarou que o equatoriano Enner Valencia pertencia a uma “terceira parte” quando foi contratado pelo West Ham há dois anos. Não por coincidência esse clube londrino era treinado em 2014 por Sam Allardyce. 

Como se não bastasse, o treinador inglês, também conhecido como "big Sam", criticou o técnico que o antecedeu na seleção, Roy Hodgson e inclusive o ex-auxiliar, Gary Neville. As "farpas" de Sam Allardyce não pouparam nem o Príncipe Harry ao qual considerou como sendo um "menino safado, muito safado" que "mostrava tudo e mais um pouco". A Federação Inglesa de Futebol também foi alvo das críticas do falastrão treinador. 

A matéria investigativa do jornal inglês foi realizada durante 10 meses e não tem uma data exata de quando a reportagem comprometedora com o técnico Sam foi realizada, embora existam suposições que o período tenha sido dois meses antes que ele assumisse como treinador da Seleção da Inglaterra.

Publicidade

Após a veiculação da reportagem do jornal londrino são fortes os boatos a respeito da demissão de Sam Allardyce.  #Corrupção no futebol