Nesta temporada, os dirigentes do #Corinthians agitaram o mercado da bola, porém, nenhuma das contratações foram bem aceitas pela torcida alvinegra. Agora, o Timão segue de olho no mercado para reforçar o time no próximo ano.

Contudo, o Corinthians segue disputando o #Campeonato Brasileiro, com o intuito de ao menos conquistar uma vaga para a disputa da Copa Libertadores da América de 2017. Mas antes mesmo da competição chegar ao fim, a cúpula alvinegra já estuda a possibilidade de acertar verbalmente com novos reforços para montar uma forte equipe em 2017. Assim, o atual elenco não será modificado neste ano e seguirá firme na briga pelo G-4 ou pelo título, condição a qual não está descartada pelo técnico Cristóvão Borges.

Publicidade
Publicidade

Segundo as informações levantadas pelo site globoesporte.com, os dirigentes do clube de Parque São Jorge dão preferência para as contratações de atletas que atuam na zaga, no meio-campo ou no ataque. Entretanto, o clube deve contratar, logo de início, um novo volante, já que a saída de Elias deixou o meio-campo da equipe mais frágil. A opção da contratação de um armador não é descartada pelos dirigentes. Já no setor ofensivo, o clube segue na busca por um centroavante artilheiro e por um atleta que saiba jogar pelos lados do campo.

O Corinthians volta toda sua atenção para os jogadores que atuam na América do Sul e que se encontram em alto nível, já que, segundo os observadores do clube, os atletas deste continente não são caros.

Mas a diretoria do Timão não descarta uma possível negociação com jogadores de clubes da Série A e também da Série B do Campeonato Brasileiro.

Publicidade

O atacante Gustavo, que veio do Criciúma, e o volante Jean, que veio do Paraná, são os atletas que estão sendo tratados como exemplos.

Estima-se que na próxima temporada, o mercado da bola brasileiro se encontre numa situação mais fácil, já que o Corinthians alega ter dinheiro para fazer grandes contratações. O presidente Roberto de Andrade reconhece que o atual elenco não está igual ao do que se tornou campeão do Brasileirão de 2015, mas ele mostra total confiança nos atuais jogadores e também no técnico Cristóvão Borges. #Futebol