O ministro dos Esportes foi procurado pelo jornal virtual Lancenet para uma entrevista sobre as #Olimpíadas e o projeto "A Rede Nacional de Treinamento", que é o carro-chefe do governo federal, após o final dos jogos olímpicos. Leonardo Picciani está no cargo há cerca de quatro meses, e tem dado muitas explicações sobre a suspensão do edital, que selecionaria alguns projetos de alto rendimento, cujo valor seria de, aproximadamente, R$ 150 milhões.

O ministro disse que, do jeito que as coisas estavam indo, seria um desperdício gastar esses R$ 150 milhões e que era totalmente sem critério. Que não havia uma unidade e que, agora, o edital vai ter que respeitar diretrizes únicas. 

Ainda, em entrevista para o Lancenet, o ministro, dentre muitos assuntos, comentou sobre o pedido do Flamengo de utilizar o estádio de rúgby, que fica localizado no bairro de #Deodoro, zona oeste do Rio.

Publicidade
Publicidade

Ao ser perguntado se o valor de R$ 46 milhões por ano, para manutenção em Deodoro, era alto, o mesmo respondeu que esse é o valor para fazer a manutenção de todos os equipamentos que se encontrem lá. Mencionou ainda que, em breve, haverá um programa de iniciação esportiva que será feito para 200 crianças, com o apoio da Confederação de Canoagem.

O ministro também foi questionado sobre o interesse do #Flamengo em utilizar o estádio de Deodoro e se seria interessante para o governo aceitar esta parceria com o clube carioca. Ele respondeu afirmando que o clube realmente tinha interesse, e que até formalizou o pedido junto ao Ministério dos Esportes. Porém, que o assunto ainda estava sendo analisado pelo setor técnico, para saber sobre as possibilidades legais, jurídicas e de interesse público, ou seja, se será bom para todos os envolvidos.

Publicidade

Disse ainda que acreditava que a parceria poderia ajudar com a manutenção, diminuindo o alto custo, e também que poderia incentivar a prática esportiva de futebol e outros esportes, mas afirmou que o Flamengo ainda precisaria tratar com o exército brasileiro que é dono da área.