Depois da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, o Brasil como sede se despediu oficialmente dos grandes eventos neste domingo, 18, quando as Paralimpíadas tiveram o seu encerramento oficial. Uma bonita festa no Maracanã marcou o desfecho dos Jogos em que os brasileiros terminaram na oitava colocação no quadro de medalhas.

A grande mensagem deixada pela cerimônia deste domingo foi a evolução. Se na abertura o tema marcante foi a inclusão, os organizadores do evento reservaram para o final a ideia de que nenhuma deficiência torna um ser humano desigual.

Um outro momento marcante do encerramento foi a homenagem ao ciclista iraniano Bahman Golbarnezhad, que morreu após um grave acidente durante a prova de ciclismo estrada C4-5 no último sábado.

Publicidade
Publicidade

Por outro lado, o guitarrista Lúcio Maia, do Nação Zumbi, driblou o protocolo e exibiu a mensagem "Fora Temer" na parte de trás do seu instrumento durante a apresentação do grupo.

Artistas como Ivete Sangalo e Andreas Kisser, do Sepultura, ajudaram a dar um colorido especial a um espetáculo que mostrou que o Brasil tem condições de ser um país mais inclusivo. No Twitter, os internautas aprovaram a festa.

#Rio de Janeiro #paralimpiada