As notícias do #Corinthians não são nada agradáveis para a torcida alvinegra, já que, além de estar despencando na tabela do Campeonato Brasileiro, a equipe comanda por Fábio Carille terá que sofrer algumas alterações obrigatórias para a próxima rodada da competição, que será contra o #Botafogo, no estádio Luso Brasileiro.

A partida contra o Botafogo será o segundo jogo seguido do Timão contra times cariocas. No ultimo domingo (25), Corinthians e Fluminense se enfrentaram na rodada 27 da competição nacional. A equipe paulista foi derrotada dentro de casa por 1 a 0 e, mais uma vez, desceu algumas posições e se distanciou do G-4, que é o grupo de acesso para a Copa Libertadores da América.

Publicidade
Publicidade

Mas antes de enfrentar o Botafogo, o Corinthians terá que medir forças com o Cruzeiro, na quarta-feira (28), na Arena, em Itaquera, em partida que será válida pelas quartas de final da Copa do Brasil. A partida vai marcar o reencontro do técnico Mano Menezes com a torcida alvinegra e também o volante Willians, que retornará para a Raposa em 2017.

O Corinthians não vive um bom momento no Campeonato Brasileiro, contudo, o técnico Fábio Carille terá que enfrentar mais uma dificuldade para montar a equipe que enfrentará o Botafogo, já que, os meias Rodriguinho e Giovanni Augusto não poderão atuar, pois levaram o terceiro cartão amarelo.

Apesar de não agradar alguns torcedores, Rodriguinho vêm sendo bastante elogiado pela direção do Timão. O meia é um dos principais jogadores do elenco, já que são dez partidas seguidas como titular absoluto do time.

Publicidade

Porém, a suspensão irá interromper a boa sequencia do atleta. A punição veio após uma dura reclamação em cima do árbitro Anderson Daronco, que apitou o jogo entre Corinthians e Fluminense.

A saída de Tite para a Seleção Brasileira de #Futebol foi benéfica para Rodriguinho, pois, daí para frente, ele se tornou o titular absoluto da posição, já que Elias deixou sua vaga em aberto após se transferir para o Sporting, de Portugal. O meia chegou ao Timão em 2013, com o intuito de melhorar o setor ofensivo da equipe, porém, a escassez de volantes fez com que ele se tornasse um.

Por outro lado, Fábio Carille aguarda o retorno do meia-atacante Guilherme, que se recupera de lesão. Caso Guilherme não esteja disponível, Carille tem três atletas á sua disposição no banco de reservas. São eles: Marquinhos Gabriel, Marlone e Rodrigo Figueiredo, que deixou o sub-20 e vai reforçar a equipe profissional.