Com o Palmeiras líder do Brasileirão 2016, vivendo seu melhor momento nos últimos anos, certamente a torcida esperava que houvesse uma continuidade do projeto, mantendo os principais jogadores do elenco e fundamentalmente o técnico que montou um esquema tático vitorioso. Mas tudo indica que o treinador Cuca tem outros planos para 2017.

Em entrevista concedida à Rádio Globo do RJ nessa sexta-feira (02), o técnico palmeirense deixou claro que pretende retornar para a China no ano que vem, quando acabar o seu contrato com o clube paulista. Cuca não explicou as razões que o levaram a tomar essa decisão, embora haja eleições no #Palmeiras no final de 2016 e o atual presidente Paulo Nobre seja a figura que o contratou e dê respaldo ao seu trabalho. 

Quando esteve no futebol chinês, entre 2014 e 2015, o técnico palmeirense comandou o Shandong Luneng, que com a sua saída acabou sendo treinado por Mano Menezes, demitido em 2016 e que agora é técnico do Cruzeiro de Belo Horizonte.

Publicidade
Publicidade

Cuca também manifestou, durante a entrevista para a emissora carioca, o seu desejo de um dia treinar o Vasco da Gama, que considera ser um grande clube e muito bem treinado pelo Jorginho. A equipe da Cruz de Malta é a única dos grandes times do RJ que o treinador palmeirense ainda não dirigiu.

O técnico Cuca está no Palmeiras desde março deste ano, quando sucedeu a Marcelo Oliveira que, mesmo conquistando a Copa do Brasil no ano anterior, não resistiu a uma sequência de resultados negativos. O atual técnico palmeirense perdeu a semifinal do Campeonato Paulista e acabou sendo eliminado na fase de grupos da Libertadores da América.

No entanto, mesmo sem ter conquistado nenhum título até o momento com a equipe paulista, o desempenho do Palmeiras no Brasileirão tem deixado os torcedores confiantes.

Publicidade

O próprio Cuca chegou a declarar no início do ano, sem meias palavras, que o alviverde paulista seria Campeão Brasileiro em 2016. Mas quando questionado a respeito do assunto na entrevista concedida para a Rádio Globo do RJ, o técnico palmeirense respondeu de forma bem mais comedida e não manifestou mais tanta confiança, admitindo que as seis primeiras equipes na tabela de classificação possuem chances iguais. #Futebol #Campeonato Brasileiro