Menos de 24 horas após derrotar, em casa, o Atlético-MG pelo placar de 4 a 2, o #Fluminense se reapresentou na tarde desta terça e iniciou os seus preparativos para o seu compromisso de quinta, às 19h30 (de Brasília), novamente no Giulite Coutinho, em Édson Passos, distrito do Grande Rio, diante da Chapecoense, válido pela 25ª rodada do #Campeonato Brasileiro.

Como de praxe, os titulares fizeram somente uma atividade regenerativa, enquanto os reservas e aqueles que entraram no decorrer da partida da última segunda disputaram um coletivo. A exceção ficou por conta de Magno Alves. O experiente atacante de 40 anos, que substituiu Danilinho no intervalo do jogo contra o Galo e teve uma grande atuação, correu ao redor do gramado.

Publicidade
Publicidade

Ele, inclusive, é um dos cotados para ser o companheiro de Marcos Júnior no ataque tricolor no lugar de Wellington, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Suspenso pelo mesmo motivo, o volante Douglas é outro desfalque para o técnico Levir Culpi. Nesse caso, Pierre deve formar dupla com Cícero.

Autor do gol que definiu o triunfo em cima do Atlético-MG, Maranhão também pode receber uma oportunidade de iniciar a partida contra a Chapecoense.

Todas as dúvidas começarão a ser sanadas a partir do treino de quarta, às 15h30 (de Brasília), nas Laranjeiras, mas a tendência é de o Fluminense ir a campo com Júlio César, Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Pierre, Cícero e Gustavo Scarpa; Marcos Júnior, Magno Alves e Maranhão.

A venda de ingressos já está liberada e, para atrair ainda mais o torcedor, a diretoria resolveu diminuir consideravelmente os preços das entradas. O Setor A custará R$ 40, o Setor B, R$ 30 e o Setor C, R$ 20. O Setor D, reservado exclusivamente para os catarinenses, também custará R$ 20. Ao todo, foram disponibilizados pouco mais de 11 mil ingressos e a expectativa é de a carga esgotada antes do dia do jogo.

Publicidade

Buscando facilitar o acesso do público, o clube disponibilizará, mais uma vez, ônibus que sairão das Laranjeiras a partir das 16h30 (de Brasília) rumo à Baixada.

Derrotar a Chapecoense é fundamental para as pretensões tricolores de alcançar um lugar no G-4 do Brasileirão e, consequentemente, estar na próxima Taça Libertadores da América. No momento, o Flu ocupa o sétimo lugar do certame com 37 pontos, três abaixo do quarto colocado, o Corinthians #PaixãoPorFutebol