A fase não era boa pra nenhuma das equipes, mas o Peru conseguiu se valer da força de sua torcida para superar o Equador nesta terça-feira, dia 6, em partida realizada no Estádio Nacional, em Lima. Com a vitória, os peruanos interrompem uma série de quatro jogos sem vitórias – sendo três derrotas e um empate – e chegam a 7 pontos na eliminatória, mas ainda na penúltima posição, em nono lugar. Já o Equador segue em má fase, sofrendo sua terceira derrota consecutiva. O time está com 13 pontos, na quinta colocação. Também com a mesma pontuação está a Colômbia, em quarto, na frente por critérios de desempate.

 

O jogo

Precisando da vitória, ambas as equipes fizeram um jogo duro no primeiro tempo, disputando bolas e realizando jogadas ríspidas.

Publicidade
Publicidade

Não à toa, os gols da primeira etapa saíram de bolas paradas. Aos 17, Guerrero e Archilier disputavam bola na área após um cruzamento. O zagueiro se atrapalhou e colocou a mão na bola. Pênalti para o Peru, que converteu e abriu o placar após cobrança de Cueva, jogador do São Paulo.

Apesar de ter vacilado na jogada do pênalti, Archilier se redimiu pouco depois. Aos 30 do primeiro tempo, Bolaños cobrou falta para a área e o zagueiro testou firme para o fundo da rede. Empate e tudo igual na primeira metade da partida.

Na segunda etapa, as equipes passaram a buscar mais o gol, e o talento dos peruanos prevaleceu. Com boas jogadas de Cueva e Tapia, os donos da casa ameaçavam mais do que os equatorianos. Aos 32 do segundo tempo, após jogada confusa na área, o goleiro equatoriano Domínguez espalmou para o centro da área e a bola sobrou limpa para Tapia.

Publicidade

O jogador só teve o trabalho de dominar e fuzilar com precisão no alto do gol, marcando o segundo do Peru e garantindo a vitória em Lima. #Esporte #Futebol #Futebol Internacional