O indiano Mariyappan Thangavelu tem uma das histórias mais mais emocionantes desses #Jogos Paralímpicos, do Rio de Janeiro. Com 21 anos, é campeão do mundo e agora também campeão paralímpico de salto em altura, na classe T42. Thangavelu nasceu sem qualquer deficiência, mas foi atropelado quando tinha apenas cinco anos. Um momento que mudou toda sua vida e pelo qual continua pagando, mas dando a todo o mundo uma lição de como dar a volta por cima. No esporte, como na vida. 

No Rio de Janeiro, estamos assistindo a vários momentos que mostram toda a coragem, resiliência e sacrifício de milhares de atletas, que sofrem, no seu dia-a-dia, com imensas dificuldades acrescidas.

Publicidade
Publicidade

Mas umas são capazes de emocionar mais ainda. Como essa, a história de Mariyappan Thangavelu, o jovem que mudou seu destino, à força. 

Quando o indiano pulou, no Rio, acima de 1m89, estava provando, uma vez mais, que todo seu sacrifício tinha valido a pena. O seu e de sua família. É que, para salvar sua vida, sua família teve que se endividar. Uma família pobre que continua pagando pelas cirurgias de Mariyappan, que, nesse tempo, ficou com a perna paralisada. A lesão foi tão grave que ficou com marcas para sempre. Mariyappan cresceu mas sua perna direita não e manteve o mesmo tamanho que tinha, quando ele tinha cinco anos. Depois do acidente, não voltou a crescer. 

Apesar de sua deficiência, nunca parou de lutar e seu esforço foi agora compensado. Com esse título paralímpico, Mariyappan Thangavelu recebeu mais de 350 mil reais, e vai finalmente conseguiu pagar todas as dívidas, que seus pais ainda estavam pagando. 

Antes de partir para o Rio, o jovem indiano falava em juntar um dinheiro para ajudar seus pais.

Publicidade

Sua vitória vai permitir fazer isso mesmo, em uma história que se tornou viral pela força e coragem desse homem. 

Assista ao salto emocionante desse super-atleta:

Mas essa prova de salto em altura, classe T42, deixou imagens maravilhosas, de atletas sensacionais. Alguns com graves deficiências nas pernas e outros, mesmo sem uma das pernas. Como esse chinês, que conseguiu uma excelente prova, apesar de não ter uma perna. Emocionante a força desses homens. 

#paraolimpiadas #Rio2016