A equipe de Minas Gerais América-MG, que era o atual lanterna do #Campeonato Brasileiro, venceu o time do Atlético Paranaense e, com isso, ajudou o Corinthians a permanecer no G-6 do Brasileirão. No estádio do Independência, o América-MG fez 1 a 0 contra o Atlético Paranaense e, com isso, a equipe do América-MG conseguiu sair da última posição do campeonato nacional e com isso  manteve o #Corinthians na zona da #Libertadores, ao final da 32ª rodada. Essa ajuda foi muito comemorada pelos torcedores do timão.

A vitória do time do América-MG por 1 a 0 sobre o time do Atlética Paranaense, nesta segunda-feira, no Independência, trouxe muitos benefícios para equipe paulista do Corinthians.

Publicidade
Publicidade

O ponto que ele já havia conquistado contra o Flamengo no final de semana já tinha colocado o time paulista no G-6 do campeonato Brasileiro, mas ele ainda estava correndo o risco de perder a vaga e dependia da derrota do Atlético Paranaense contra o América-MG, para, assim poder continuar na zona de classificação da Libertadores. Sendo assim, agora, o Corinthians tem 35% de chance para conquistar a tão sonhada classificação para a Libertadores da América, segundo informações do site Infobola.

Veja a tabela do Brasileirão

O Corinthians tem 49 pontos e está na 6ª colocação; o Atlético Paranaense tem 48 pontos; Grêmio, 48 pontos, Fluminense, 47 pontos e a Ponte Preta , 45 e esses são os principais rivais por uma vaguinha no torneio continental. Na próxima partida, a equipe paulista terá um jogo difícil e enfrentará a equipe da Chapecoense na Arena, às 16h30  (horário de Brasília), no sábado.

Publicidade

O timão precisa da vitória para não ser ultrapassado pelos demais times e para que a vaga da tão sonhada classificação para o campeonato da Libertadores da América fique ainda mais próximo. O Corinthians sabe que esses últimos 6 jogos que ainda restam são de suma importância para conseguir a vaga e, assim, trazer uma alegria para a fiel torcida, que ama tanto esse time que tem tanta tradição e muitos títulos.