O Valério conseguiu a sua primeira vitória no Hexagonal Final da Segundona 2016, após virar de maneira épica a partida contra o Patrocinense, neste sábado, 8 de outubro, em Patrocínio. O Valério perdia por 2 a 0, mas o itabirano Hindian (duas vezes) e Jouberth marcaram para o Dragão.

O jogo

Primeira chance foi para o Valério, logo aos três minutos, em lançamento de Igor Reis no meio da zaga do Patrocinense, com Felipe Capixaba dominando com o pé esquerdo e finalizando com o pé direito, mas o goleiro adversário mandou para escanteio.

O Valério, em seguida, teve uma sequência de três escanteios, começando melhor na partida, fazendo pressão no adversário, mesmo fora de casa.

Publicidade
Publicidade

A primeira grande chance do Patrocinense foi aos 12 minutos com Rudimar finalizando dentro da área, mas a bola saiu pela linha de fundo.

O Patrocinense abriu o placar aos 17 minutos com Wanderson. A zaga do Valério parou pedindo uma irregularidade e Douglas Esquilo lançou Wanderson, que driblou o goleiro Wesley para marcar.

O Dragão chegou com perigo aos 36 minutos com um chute forte de Lima, que rebateu na zaga. Jouberth ficou com a sobra e lançou o lateral Igor Reis, que dominou e chutou, para a boa defesa do goleiro Cristiano do Patrocinense.

A resposta do Patrocinense veio aos 37 minutos, em jogada pela direita, lançamento para dentro da zaga do Valério, Rudimar ajeitou de cabeça para Ademir, que tentou encobrir o goleiro Wesley, mas a bola foi para fora.

Na segunda etapa, o treinador Luis Henrique Arantes voltou com o meia Guilherme, que entrou no lugar do volante Lima, que estava amarelado.

Publicidade

Pênalti para o Patrocinense aos quatro minutos, após a bola bater na mão de Igor Reis, dentro da área. Bruno Moreno cobrou e o goleiro Wesley conseguiu defender a cobrança, evitando o segundo gol do time do Triângulo Mineiro.

Aos 17 minutos, o Dragão teve uma chance de ouro, após cobrança de falta de Jouberth para dentro da área, o artilheiro Felipe Capixaba testou por cima do gol.

O Patrocinense voltou ao ataque aos 22 minutos, depois que Michel Paulista lançou Wanderson dentro da área do Dragão, mas ele acabou chutando para fora.

O Patrocinense ampliou, aos 27 minutos, novamente com Wanderson, em cobrança de falta com a perna esquerda. A bola passou no meio da barreira, que abriu, enganando o goleiro Wesley.

A épica reação do Valério teve início aos 33 minutos com o itabirano Hindian. Jouberth roubou a bola na defesa e lançou Felipe Capixaba no lado esquerdo do campo, que cruzou para Hindian marcar.

O Patrocinense respondeu aos 37 minutos, com Wanderson chutando forte de fora da área, para bela defesa do goleiro Wesley.

Publicidade

O empate do Valério chegou aos 38 minutos. Em contra-ataque mortal do Dragão, Felipe Capixaba recebeu a bola no meio, fez o passe de cabeça para Guilherme, que deixou o zagueiro Bruno Costa para trás, e fez a assistência para Jouberth, que marcou na saída do goleiro.

A incrível virada do Valério foi aos 43 minutos, em novo contra-ataque. Bola enfiada para Hindian no canto esquerdo, que chutou por cima do goleiro e virou para o Dragão.

No final, o time de Itabira administrou o resultado e conseguiu a vitória, após 7 minutos de acréscimos. 

O Valério agora volta a jogar no dia 16 de outubro, uma segunda-feira, também fora de casa, contra o Coimbra, às 15h30, em Nova Lima.

Jogo entre Patrocinense e Valério

Patrocinense: Cristiano; Felipinho, Bruno Costa, André Alves e Cleuber; Lucas Hulk, Bruno Moreno, Douglas Esquilo e Wanderson; Ademir (Michel Paulista) e Rudimar

Treinador: Luiz Eduardo

Valério: Wesley; Júlio Oliveira, Ulisses, Lucas e Igor Reis; Lima (Guilherme), Emerson, Arilson (Hindian) e Felipe Linhares (Lázaro); Jouberth e Felipe Capixaba

Treinador: Luis Henrique Arantes

Gols: Wanderson – duas vezes (Patrocinense); Hindian – duas vezes e Jouberth (Valério)

Arbitragem: Leonardo Rotondo Pinto (árbitro); Magno Arantes Lira e Marcelo Francisco Reis (auxiliares); Alair Manoel Constantino (quarto árbitro) #Futebol