O final de semana do Campeonato Brasileiro será de muitas homenagens ao capitão do tri Carlos Alberto Torres, falecido na última terça-feira (25). Além do tradicional minuto de silêncio, alguns times farão outros tipos de reverências ao ex-jogador. Um deles será o #Botafogo, que trará um detalhe especial no uniforme que usará na partida diante do Coritiba, neste sábado (29), às 18h30, no Estádio Luso-Brasileiro.

Durante o primeiro tempo, todos os jogadores terão em suas camisas uma braçadeira e o selo "Obrigado, #Capita". A camisa nº 4 terá estampado “Capita” nas costas. Carlos Alberto Torres defendeu o Glorioso em 1971 e também teve três passagens como técnico, conquistando em 1993 o título da extinta Copa Conmebol.

Publicidade
Publicidade

De olho no Coxa

Apesar de viver grande momento na competição, é o vice-líder do segundo turno, o técnico do Botafogo Jair Ventura acredita que será um jogo bastante complicado. Ele elogiou o trabalho do técnico Paulo Cesar Carpegiani, lembrando que o adversário também teve uma ascensão na tabela.

Do lado do time paranaense, a ordem é esquecer a eliminação na Copa Sul-Americana para o Atlético Nacional e focar no #Brasileirão. A delegação viajou direto da Colômbia para o Rio de Janeiro e o técnico Carpegiani terá desfalques para encarar o Fogão.

Com desconforto na Coxa, o zagueiro Luccas Claro voltou para Curitiba onde fará tratamento. Já Kléber Gladiador, expulso no jogo contra o Fluminense, também retornou para a capital do Paraná. O meia Juan segue em recuperação e é dúvida. Com esses desfalques, o treinador recorreu à base e relacionou o zagueiro Geovane, o lateral direito Dodô e o meio campo Yan.

Publicidade

Brigando ainda por vaga na fase de grupos da Libertadores, o Botafogo é o quinto colocado com 53 pontos. Já o Coritiba aparece em 15 º lugar com 38 pontos e pode cair para a zona do rebaixamento, caso seja derrotado e Internacional e Vitória vençam Santa Cruz e Fluminense, respectivamente.

Sport vence e respira

A 33ª rodada do Campeonato Brasileiro foi aberta nesta quinta-feira (27). Em jogo que marcou o retorno de Eduardo Baptista à Ilha do Retiro, o Sport Recife venceu a Ponte Preta por 1 a 0 e pulou para a 14ª posição, com 40 pontos, e se afastando momentaneamente da zona do rebaixamento. A Macaca segue em décimo com 45 pontos. O único gol da partida foi anotado por Rogério, aos oito minutos da primeira etapa.