Tendo como justificativa manter a competitividade, a Confederação Brasileira de #Futebol (CBF) informou, através de nota oficial publicada em seu site nesta terça-feira (11), que, até o final do #Campeonato Brasileiro, os participantes, obrigatoriamente, quando mandantes, não poderão vender seus compromissos para fora de seu estado-natal.

Ainda segundo a entidade máxima do futebol nacional, essa determinação só não atende nos casos de punições impostas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ou se o clube mostrar que não existe, em seu estado, local apto para receber determinada partida da Série A.

A medida tomada pela CBF é uma resposta às críticas surgidas, especialmente vindas do Atlético-MG, após a atitude do América-MG de transferir a sua partida contra o Palmeiras da Arena Independência, em Belo Horizonte, para o Estádio do Café, em Londrina, interior do Paraná, reduto de torcedores das equipes paulistas.

Publicidade
Publicidade

Com a torcida ao seu lado, o Verdão não teve qualquer dificuldade para vencer o Coelho pelo placar de 2 a 0. Na quarta, será a vez do Santa Cruz. Ao invés do Gigante do Arruda, o Tricolor Pernambucano irá enfrentar, a partir das 21h45 (de Brasília), o Corinthians na Arena Pantanal, em Cuiabá, capital do Mato Grosso.

Práticas de outras temporadas, as vendas de mando de campo se tornaram corriqueiras ao longo do Brasileirão desse ano. Os que mais usaram desses artifício foram os times cariocas. Devido à impossibilidade de utilizar tanto o Maracanã quanto o Engenhão por conta das Olimpíadas e Paralimpíadas, Botafogo, Fluminense e Flamengo tiveram que atuar fora do Rio quando enfrentavam alguns de seus adversários. Curiosamente, o Rubro-Negro também teve favorecimento por conta desse artifício quando deixou de enfrentar o Santos na Vila Belmiro para jogar na Arena Pantanal.

Publicidade

Com 29 rodadas disputadas, o Brasileirão tem como líder o Palmeiras com 60 pontos. Somando três pontos a menos, o Flamengo ocupa a vice-liderança e, em terceiro, somando 53 pontos, vem o Atlético-MG. #PaixãoPorFutebol