O Alianz Parque, estádio do Palmeiras, é considerado um dos melhores do Brasil. Concebido para ser multiuso, a arena tem abrigado também uma série de grandes shows musicais, o que tem causado sérios danos ao campo de jogo e criado uma verdadeira saia justa entre os parceiros WTorre e Verdão. A situação, que não é nova, ganhou um novo capítulo neste domingo, 23 de outubro, após a partida #Palmeiras 2 x 1 Sport.

Na entrevista coletiva o técnico palmeirense Cuca culpou diretamente o campo de jogo pelo resultado magro e o futebol pouco vistoso de sua equipe: “o que vou falar vai parecer desculpa, mas não é. Quando você tem que sair jogando de trás com qualidade, o campo não te deixa jogar”. O treinador explicou ainda que o Sport joga baseado nas bolas longas, e assim não entra o fator gramado, por ser na velocidade.

Publicidade
Publicidade

“E eu não tinha a velocidade na frente e precisava tocar bola”, finalizou Cuca.

A polêmica envolveu também o diretor de futebol do Alviverde, Alexandre Matos, que apelou para que as providências sejam tomadas imediatamente pela parceira e administradora da arena. “O Palmeiras sentiu muita dificuldade, muita mesmo. O jogo não flui, a gente teve que passar por mais essa dificuldade. Sabemos que no mundo inteiro são realizados shows nos estádios. Não é possível que só aqui não conseguem manter o gramado”, disse.

Mesmo com as reclamações, a situação não deve ser resolvida de imediato, pois acontecerão os shows de Mariah Carey, em 1º de novembro, e do Guns n'Roses, nos dias 11 e 12 de novembro, no local. “Sabemos que terão outros shows antes do final do #Campeonato Brasileiro. Não queremos radicalizar, tirar o jogo daqui.

Publicidade

Só queremos que se resolve de uma vez por todas a situação do gramado”, finalizou Alexandre Matos.

Em contrapartida, alguns palmeirense influentes começam a defender a implantação de grama sintética no Alianz Parque. Um dos principais nomes que defende tal mudança é o ex-presidente Luiz Gonzaga Beluzzo, que em entrevista para a Rádio Globo afirmou: “a Arena da Baixada, estádio do Atlético Paranaense, tem hoje a grama sintética e os resultados são muito bons. Acredito que seria uma boa saída para o nosso estádio também”. #PaixãoPorFutebol