Após golear o Fenerbahçe, pela Europa League, na última quinta-feira (20), o Manchester United esperava vencer em Londres para subir na tabela do Inglês, enquanto o Chelsea, que parece estar firmando-se no Campeonato, deu um show na partida de hoje e completou três jogos seguidos sem perder. Também, Courtois foi essencial para vitória dos Blues. Além disso, o jogo marcou o retorno do técnico José Mourinho à casa dos Blues, na qual foi recebido de forma amigável.

Resumo da partida entre Chelsea x Manchester United, que aconteceu neste domingo (23), em Stamford Bridge

Com menos de um minuto de jogo, Marcos Alonso limpou toda a defesa do United, tirando Daley Blind da jogada e dando assistência para Pedro abrir o placar para os Blues.

Publicidade
Publicidade

Outro gol surgiu no meio da partida e, novamente para Blues, em uma linda jogada de Gary Cahill. O Chelsea esteve radiante em todo o primeiro tempo, enquanto o United esforçava-se para fazer boas jogadas e chegar na área dos adversários.

A torcida reclamou bastante sobre o fato de Mourinho ainda insistir em colocar Fellaini, que é "odiado" pela torcida do Manchester, no lugar de jogadores como Schweinsteiger, o qual o técnico não teve paciência, ou, Juan Mata, que vem fazendo excelentes partidas, tornando-se extremamente necessário na equipe do Man. Red.

Finalmente, após o intervalo, Mourinho tirou Fellaini colocando Juan Mata em seu lugar e, em seguida, tirando Bailly e colocando Rojo que, foi essencial para acelerar o United e pressionar o Chelsea, cuja posse de bola baixou para 29%. No entanto, Hazard iniciou uma jogada na grande área, fechando a marcação e fazendo o terceiro gol dos Blues, com assistência de Matic.

Publicidade

Na metade do segundo tempo, antes de de deixar o gramado, Pedro deu uma belíssima assistência para Kanté fechar o placar para o Chelsea, fazendo o seu primeiro gol com a camisa dos Blues. Já o United, estava todo desorganizado, tendo problemas com os passes e principalmente com o desespero de Pogba, que ficou evidente, por não conseguir fazer gols.

Com este resultado, o Chelsea passa a ocupar a 5ª posição, atrás do Tottenham, ambos com 19 pontos, enquanto, o Manchester United, na qual na época do Van Gaal exigiram Mourinho como técnico, ocupa a 7ª posição com 14 pontos. Na próxima rodada, o United ficará em casa enfrentando o Burnley, que no momento ocupa a 14ª posição com 10 pontos e, o Chelsea enfrentará o Southampton, fora de casa. 

Placar final: Chelsea (4) x (0) Manchester United

ESCALAÇÃO

Chelsea: Courtois (GL), Cahill (ZG), David Luiz (ZG), Azpilicueta (ZG), Marcos Alonso (MC), Matic (MC), Kanté (MC), Moses (MC), Hazard (AT), Pedro (AT) e Diego Costa (AT).

Manchester United: De Gea (GL), Bailly (ZG), Mosquera (ZG), Smalling (ZG), Blind (ZG), Lingard (MC), Fellaini (MC), Ander Herrera (MC), Pogba (MC), Rashford (MC) e Ibrahimovic (AT).

Publicidade

RESERVAS

Chelsea: Begovic (GL), Terry (ZG), Ola Aina (ZG), Oscar (MC), Chalobah (MC), Willian (MC) e Batshuayi (AT).

Manchester United: Romero (GL), Darmian (ZG), Rojo (ZG), Carrick (MC), Ashley Young (MC), Juan Mata (MC) e Martial (AT).

TÉCNICOS

  • Chelsea: Antônio Conte.

  • Manchester United: José Mourinho.

CARTÃO AMARELO

  • Chelsea: Pedro e David Luiz.

  • Manchester United: Bailly e Pogba.

SUBSTITUIÇÕES

Chelsea: saiu Pedro e entrou Chalobah (26' segundo tempo) / saiu Hazard e entrou Willian; saiu Diego Costa e entrou Batshuayi (33' segundo tempo).

Manchester United: saiu Fellaini e entrou Juan Mata (0' segundo tempo) / saiu Bailly e entrou Rojo (7' segundo tempo) / saiu Lingard e entrou Martial (20' segundo tempo). #PremierLeague #Futebol #Resenha Esportiva