Palco das decisões da última Copa do Mundo e dos torneios de futebol (masculino e feminino) das Olimpíadas de 2016, o Maracanã tem seu futuro indefinido no que diz respeito a quem será o responsável pela sua administração. Um dos postulantes a essa função, o #Fluminense, defende que o estádio passe a ser gerido pela Prefeitura do Rio de Janeiro já a partir do ano que vem. A sugestão foi levada pelo presidente do Tricolor da Laranjeiras, Peter Siemsen, aos candidatos a prefeito da "Cidade Maravilhosa", Marcelo Crivella (PRB) e Marcelo Freixo (PSOL).

Enquanto isso o Flamengo trabalha nos bastidores para o Maracanã ser mantido aos cuidados da iniciativa privada.

Publicidade
Publicidade

No entanto a agremiação da Gávea reforçou a ideia de que as equipes cariocas só atuem no estádio se tiverem presença ativa nessa nova concessão.

Após quase um ano, o Fluminense, na noite da última sexta (28), voltou a jogar no Maracanã. Na ocasião ficou no empate de 2 a 2 com o Vitória-BA pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nesse período longe do "Maior do Mundo" o Tricolor utilizou diversos estádios no território nacional para exercer os seus mandos de campo, casos do Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ); do Kléber Andrade, em Cariacica (ES); do Mário Helênio, em Juiz de Fora; do Mané Garrincha, em Brasília (DF); e da Arena da Amazônia, em Manaus (MA), até firmar um acordo com o América-RJ para adotar o Giulite Coutinho, no distrito de Édson Passos, região metropolitana do Rio de Janeiro, como sua "casa".

Publicidade

Há cinco partidas sem vencer, o Fluminense se complicou na luta para ficar entre os seis melhores do Brasileirão e garantir presença na Taça Libertadores de 2017. No momento a equipe das Laranjeiras, com 48 pontos, está em nono lugar na classificação da Série A. Por conta disso necessita derrotar o Cruzeiro no domingo que vem, às 17h (de Brasília), em clássico programado para o estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Nessa partida o time carioca deverá contar com os retornos do goleiro Diego Cavalieri e dos laterais Jonathan e William Matheus, todos recuperados de lesões musculares. #Campeonato Brasileiro #PaixãoPorFutebol