Por intermédio de sua assessoria de imprensa, o #Fluminense confirmou, no início da tarde desta sexta, que haverá distribuição igualitária na carga de ingressos para o clássico da próxima quinta, às 21h (de Brasília), no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, diante do #Flamengo, válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. .

Anteriormente, por ser mandante, o Tricolor havia conseguido o direito de ter 90% das entradas disponíveis, mas, depois de se reunir com a diretoria rubro-negra, acabou mudando de ideia.

As vendas terão início na próxima semana em locais a serem divulgados pela agremiação das Laranjeiras. Ao todo, serão 15 bilhetes colocados à disposição dos torcedores e a expectativa é de lotação máxima em Volta Redonda.

Publicidade
Publicidade

Com a impossibilidade de usar o Maracanã até o final de outubro, o local do Fla-Flu do segundo turno foi alvo de várias especulações nos últimos dias. Inicialmente, o clássico aconteceria no dia 12 de outubro, às 17h (de Brasília), na Arena da Amazônia, em Manaus, mas, apesar de ser visitante, o Rubro-Negro vetou tal possibilidade. Em seguida, houve o adiamento em um dia e os rivais iriam se enfrentar na Arena Botafogo, na Ilha do Governador, porém, alegando problemas comerciais e ter havido o rompimento de uma tubulação de esgoto, o Botafogo descartou ceder o espaço. O Fluminense até tentou levar o jogo para o Giulite Coutinho, em Édson Passos, mas, foi a vez de a Defesa Civil do Estado do Rio negar esse pedido. Diante de todas essas negativas, optou-se pelo Raulino de Oliveira.

As duas equipes têm ambições no Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Com 54 pontos, o Flamengo ocupa a vice-liderança e sonha em garantir o sexto título oficial da história da competição. Enquanto isso, o Fluminense, somando 46 pontos, ocupa o quinto lugar e busca garantir uma vaga na próxima Taça Libertadores da América.

Antes do Flu, o Rubro-Negro tem um importante compromisso no domingo, às 17h (de Brasília), quando enfrentará, no Pacaembu, o Santa Cruz, equipe que luta contra a ameaça de rebaixamento. #PaixãoPorFutebol