O Guarani de Campinas, tradicional clube do interior paulista, já havia comemorado o acesso e o retorno para a Série B do Brasileiro, após superar o ASA-AL . Porém a goleada sofrida por 4 a 0 para o ABC-RN, em Natal, no último dia 16, no primeiro jogo da semifinal da Série C, deixou um clima de desconfiança na torcida. Mesmo encarando o jogo de volta com seriedade, poucos esperavam que a situação poderia ser revertida, principalmente pela qualidade do adversário, já que o ABC-RN se mostrou em toda a competição uma equipe equilibrada e de grandes qualidades.

A partida

A partida de volta foi realizada neste domingo, 23, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, perante um público de 3.237 esperançosos torcedores. O Guarani começou em cima do adversário e abriu o placar logo aos oito minutos do primeiro tempo, quando o experiente zagueiro Leandro Amaro acertou cabeçada certeira. Aos 25 minutos o craque da equipe, o também experiente Fernando Fumagalli, cobrou uma falta com perfeição no ângulo e aumentou a contagem. O último lance de destaque no primeiro tempo foi a expulsão do atacante do ABC-RN, Jones Carioca.

Publicidade
Publicidade

O segundo tempo

Com um a mais, o Guarani voltou para a segunda etapa determinado em reverter a desvantagem, que neste momento era de apenas dois gols. Tanto que, aos três minutos, Fumagalli voltou a balançar as redes do time potiguar. A pressão do Bugre só aumentava, até que aos nove minutos Fumagalli, o herói da partida, voltou a deixar a sua marca. Guarani 4 a 0. O quinto tento veio aos 31 minutos, marcado por Alex Santana. O placar foi fechado aos 34 minutos, por intermédio do atacante Pipico.

Com o resultado o Guarani decidirá o título da Série C com o Boa Esporte Clube, que desclassificou o Juventude com duas vitórias por 2 a 1. As partidas ocorreram nos dias 30 de outubro e 6 de novembro.

A grande curiosidade é que, se o Guarani conquistar o título, será o único clube brasileiro a ser campeão brasileiro da Série A (1977), Série B (1981) e da Série C (2016).

Publicidade

#Futebol #Campeonato Brasileiro