Ao ficar no empate de 2 a 2 com o Vitória-BA na noite de sexta, em seu retorno ao Maracanã de pois de quase um ano, o Fluminense atingiu o incômodo jejum de cinco partidas sem vencer no #Campeonato Brasileiro, sequência que dificulta o objetivo da equipe carioca de ir à próxima edição da Taça Libertadores. Diante de mais um resultado negativo, alguns dos jogadores experientes do grupo não faziam questão de esconder os seus descontentamentos.

"Na hora de pressão vemos os vencedores. Sabíamos a importância desse jogo no Maracanã. Deixamos uma grande oportunidade de encostar no G6", disse o atacante Magno Alves, em entrevista concedida ao Net Flu.

Publicidade
Publicidade

Já o zagueiro Henrique foi mais contundente. Para ele, falta mais atitude por parte do elenco, principalmente quando o assunto é superar as dificuldades.

"É difícil até de falar. Estamos lutando por Libertadores e precisamos um pouco até de vergonha na cara pelo que viemos jogamos. Tomar vergonha na cara é saber que a gente tem um time forte e temos chance de chegar na Libertadores", explanou o defensor.

Quem também falou foi Pierre. De acordo com o volante, que recebeu o terceiro cartão amarelo e deverá cumprir suspensão automática, o momento é para juntar as forças, pois uma vaga na Libertadores ainda é possível.

"Temos que seguir focados para quebrar essa série de resultados ruins. Momento de união e a gente sonha com essa vaga na Libertadores. Não vou dizer pressão. Todo jogador sonha de estar em um palco como esse", resumiu o camisa 5.

Publicidade

Com 48 pontos e em oitavo lugar, o Fluminense só se reapresenta na segunda, às 16h30 (de Brasília), no seu novo Centro de Treinamento, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. No domingo, a partir das 17h (de Brasília), o Tricolor, buscando espantar o mau momento, encara, no Mineirão, o Cruzeiro. Para esse compromisso, o técnico Levir Culpi poderá contar com os retornos do goleiro Diego Cavalieri e dos laterais Jonathan (direito) e William Matheus (esquerdo), todos recuperados de lesões musculares. #Fluminense #PaixãoPorFutebol