Há alguns dias, a Conmebol decidiu ampliar o número de participantes da Taça Libertadores da América e o #Campeonato Brasileiro, que, anteriormente, classificava os quatro primeiros, passou a ter direito de levar os seis melhores colocados ao principal torneio de futebol do continente sul-americano. Apesar de reconhecer uma maior facilidade de ir à competição internacional, Jorge Macedo, gerente-executivo do #Fluminense, negou haver um relaxamento dentro das Laranjeiras.

Em entrevista concedida ao portal Net Flu na última terça, o dirigente lembrou que o Tricolor quer entrar direto na fase de grupos da Libertadores e, para isso, necessita ficar entre os três primeiros do Brasileirão.

Publicidade
Publicidade

"Tínhamos um foco de entrar no G4 e estamos brigando por isso. Facilitou um pouco a ida para a Libertadores com o G6. Mas é fundamental também ir atrás de uma vaga direta, no G3. Vamos tentar buscar isso", revelou o cartola, simultaneamente ao primeiro trabalho que ocorria no novo Centro de Treinamento do Fluminense, na Barra da Tijuca, famoso bairro zona oeste da cidade do Rio de Janeiro.

A tarefa da equipe dirigida por Levir Culpi, porém, não será das mais tranquilas. Ocupando o quinto lugar na classificação da Série A, o Flu soma 46 pontos, sete a menos em relação ao Atlético-MG, terceiro colocado e, por enquanto, teria que passar pela chamada "Pré-Libertadores".

Para melhorar o seu quadro dentro do Campeonato Brasileiro, o Fluminense necessita obter 100% de aproveitamento nos seus próximos três jogos.

Publicidade

Na quinta, às 21h (de Brasília), enfrentará, no Raulino de Oliveira, o seu maior rival: o Flamengo, um dos fortes candidatos ao título do certame. Na segunda que vem, a partir das 20h (de Brasília), recebe, no Giulite Coutinho, em Édson Passos, o São Paulo, equipe que vive um momento irregular na temporada. Finalmente, no domingo, 23 de outubro, terá a difícil missão de ir ao Couto Pereira, em Curitiba e tentar uma vitória sobre o Coritiba, que, desde quando Paulo César Carpegiani, afastou-se bastante da zona de rebaixamento para a Segunda Divisão #PaixãoPorFutebol