A vida do #Corinthians depois da saída de Tite não está nada fácil. Saída de jogadores, demissão de treinador, e o péssimo #Futebol apresentado, com isso, o clube vem sofrendo pressões dos torcedores. Dentro de campo, o time treinado por Fabio Carille, vem sofrendo derrotas e não consegue vencer um jogo há seis partidas. A última vitória do alvinegro foi contra o Sport Recife, na Arena Corinthians. 

Com o momento ruim, é normal o torcedor deixar de pagar o seu plano de Sócio Torcedor. Mas, com o Corinthians, é diferente. Os números do programa Fiel Torcedor só melhoraram, conquistando a marca de 131.523 associados. 

Com esses números, o Corinthians se mantém isolado na liderança no ranking dos sócios-torcedores.

Publicidade
Publicidade

À frente do Palmeiras, com 126.635 e Internacional, com 112.756 associados. 

Fora de campo, o #Flamengo está tendo melhores resultados nessa temporada do que o alvinegro. Os dois clubes brigam pelo título de maior torcida do Brasil. Mas, apesar do Flamengo ter mais torcedores que o Timão, está apenas na 7ª posição do ranking de sócios, com 56.454. 

Os sócios mostram a força da torcida nos momentos mais complicados. Mas com o público presente na Arena Corinthians é bem diferente. Nos últimos jogos, o Corinthians teve os seus três piores públicos da história da Arena. Na última quarta-feira, apenas 17.135 torcedores pagaram para ver o time empatar por 0 a 0, com o Atlético Mineiro, partida valida pelo Campeonato Brasileiro. 

Esse fato vem deixando os jogadores tristes, já que em toda a história do clube, a torcida presente sempre foi o diferencial das outras equipes. 

Mas o que pode explicar esses péssimos números? Simples, futebol e diretoria.

Publicidade

O Corinthians teve um dos seus piores desmanches da história, todos os seus melhores jogadores deixaram o clube, e quem foi contratado não está jogando no mesmo nível dos jogadores que saíram.

Outro fato que está deixando a torcida com raiva é o péssimo planejamento feito pelo presidente Roberto de Andrade, com a venda dos jogadores por multas baixas e a falta de reforços, o que deixam a torcida brava e não querem mais gastar tanto dinheiro para ver a equipe jogar. 

A torcida já protesta por novos reforços, e também faz duras críticas ao presidente Roberto de Andrade.