A diretoria do Palmeiras segue o planejamento para 2017. Alexandre Mattos, executivo de #Futebol, deve ter seu contrato renovado em breve pelo novo presidente do clube, Maurício Galiotte. Com a definição do Campeonato #brasileiro e também da Copa do Brasil, o clube começará a anunciar algumas novidades. 

A primeira delas é a contratação de Raphael Veiga, do Coritiba. O jogador chegará com um contrato de quatro anos e deve ser apresentado em janeiro. Veiga chamou a atenção do técnico Cuca, que também não tem contrato garantido para 2017. As tratativas vão iniciar após o fechamento das competições. 

Segundo o portal UOL Esporte, uma troca está próxima de ser feita entre #Palmeiras e São Paulo: Rafael Marques iria para o time tricolor, enquanto Michel Bastos vestiria a camisa palmeirense.

Publicidade
Publicidade

Bastos é bastante criticado e até perseguido pela torcida do São Paulo. No clássico contra o Santos, por exemplo, não foi sequer relacionado. 

Os valores não foram divulgados, mas uma troca 'pau a pau' pode acontecer. Apenas os salários seriam bancados pelos clubes, já que o contrato de ambos terminam em dezembro do próximo ano. O Palmeiras não pretende renovar e por isso a troca seria viável. 

A busca por um substituto

Gabriel Jesus foi vendido para o Manchester City por mais de 70 milhões de reais. O valor da transação será fatiado e parte deverá ir para a conta do presidente Paulo Nobre, que adiantou dinheiro para ajudar o clube a se reerguer. Outra parte será destinada exclusivamente para contratações. A expectativa do clube é entrar forte na Copa Libertadores e tentar o segundo título na história. 

Para que isso aconteça, alguns atletas serão contratados.

Publicidade

O Palmeiras já estuda alguns nomes para substituir Jesus. Alguns inclusive foram entregues pelo técnico Cuca, mostrando total engajamento e confiança na permanência para 2017. 

Líder absoluto

A vitória contra o Figueirense por 2 a 1 colocou o Palmeiras com quatro pontos de diferença e muita chance de título. Caso se confirme, o Verdão quebrará uma fila de 22 anos. O último Nacional conquistado pelo Alviverde foi em 1994.