Nesta quinta-feira (20), o corpo do jogador Lucas Jesus dos Santos, de 16 anos, foi encontrado no fundo da piscina do clube do Canindé, na Zona Norte de São Paulo. O adolescente participou de um churrasco de comemoração pela vitória sobre o time Água Santa, na noite de quarta-feira (19), e entrou na piscina. Segundo o laudo pericial do Instituto Médico Legal (IML), o adolescente morreu por asfixia por regurgitação de alimento.

O corpo dele só foi encontrado no dia seguinte pelos integrantes da comissão técnica, no fundo da piscina. De acordo com o delegado Eder Pereira e Silva, do 12º DP de São Paulo, que participa das investigações, não havia marcas no corpo do jogador.

Publicidade
Publicidade

Segundo os dados periciais, não havia sinais ou hematomas no pescoço ou cicatriz que pudesse evidenciar um #Crime. O adolescente fazia parte da categoria de base do time da Portuguesa de Desportos, e estava feliz no dia da comemoração, pela vitória do clube.

Ao que parece, na noite do churrasco, os outros jogadores do clube também entraram na piscina, e notaram que Lucas estava passando mal. Ele teria sido socorrido e retirado da água pelos colegas. No entanto, não se sabe ainda como ele teria voltado para a piscina momentos depois.

Os outros jovens não perceberam e só notaram a ausência dele quando pretendiam tirar uma foto e se deram conta que Lucas não estava presente. Todos pensaram que o adolescente havia ido embora, justamente porque havia se sentido mal anteriormente.

Segundo testemunhas que estavam no churrasco, o adolescente não teria ingerido bebida alcoólica.

Publicidade

Essa seria uma das regras do clube, por se tratar de uma festa de menores. Era estritamente proibida a entrada de bebidas durante as comemorações do time, porém foram encontradas latinhas de cerveja ao lado na piscina, mas a comissão técnica alegou ser de outra festa que teria ocorrido no dia anterior.

A namorada de Lucas, Aline Piffer Rosendo, recebeu uma foto do churrasco enviada por ele algumas horas antes do jovem desaparecer. Ela também acredita que o namorado não ingeriu bebidas alcoólicas. Pela foto é possível ver os jovens tomando refrigerante e comendo carne.

Aline disse que ele parecia feliz e conversou com ela normalmente durante o acontecimento do evento. O time da Portuguesa enviou uma nota à imprensa dizendo estar dando todo apoio à família e colaborando com as investigações. A comissão diretora do clube disse lamentar a morte do adolescente que defendia a equipe sub-17.

O jovem morava com a avó que ficou extremamente consternada com a morte do neto. Ela teve que ser levada ao pronto atendimento depois de passar mal ao ver o corpo para o reconhecimento. A aposentada ficou preocupada com a falta de notícias do neto na noite de quarta e chegou a enviar mensagens aos colegas que disseram também não saber dele. O corpo será liberado para os ritos fúnebres assim que terminar o trabalho pericial.

#Acidente #Casos de polícia