Ao fazer uma análise fria da #Tabela do Brasileirão, comparando a posição dos times na rodada 29 e agora, com o fim da 30ª, até parece que pouca coisa mudou. Os quatro primeiros continuam os mesmos: Palmeiras, Flamengo, Atlético-MG e Santos. Os quatro últimos também: Internacional, Figueirense, Santa Cruz e América. No entanto, há muito mais detalhes entre o primeiro colocado e o último do que uma rápida pincelada nos números pode demonstrar.

A começar pelo vigoroso Botafogo, que, depois de flertar com a Segunda Divisão, agora é o quinto colocado geral, superando simultaneamente Atlético-PR e Fluminense. Com a vitória suada sobre o Internacional (1 a 0), nos últimos minutos, o alvinegro carioca sobe na tabela e se credencia para uma vaga na Libertadores do ano que vem.

Publicidade
Publicidade

Já o Flu (que perdeu para o Flamengo por 2 a 1) e o Furacão (que perdeu em Porto Alegre para o Grêmio por 1 a 0), se mantêm respectivamente com 46 (sexto lugar) e 45 pontos (oitavo), e viram se meter entre eles justamente o Tricolor Gaúcho, que agora soma 46 pontos e ocupa a sétima posição. Para piorar, assistiram a incômoda aproximação do Corinthians, que com a vitória sobre o Santa Cruz (por 4 a 2, na Arena Pantanal) voltou a ter esperanças de também conseguir sua vaguinha no estendido G6.

Quem também se deu bem na 30ª rodada foram Ponte Preta e Chapecoense, que voltaram a vencer, chegaram aos 42 e 41 pontos respectivamente, mas não saíram do lugar, assegurando os mesmos 10º e 11º lugares. Os catarinenses foram os primeiros a jogar na rodada, quando, na quarta-feira, 12, feriado de Nossa Senhora Aparecida, entraram em campo às 11h na Arena Condá para superar o Sport por 3 a 0.

Publicidade

A Macaca só jogou na quinta-feira e conseguiu bater o Vitória, por 2 a 0.

Quem também permaneceu imóvel na tabela foram Cruzeiro (12º) e Coritiba (13º). Ambos empataram sem gols, respectivamente com Palmeiras e Figueirense. Estático também seguiu o São Paulo de Ricardo Gomes, que perdeu pela 12ª vez no campeonato, desta vez para o Santos (por 1 a 0) e se manteve a três pontos da Zona de Rebaixamento. É a mesma distância da rodada 29. E como Vitória, Sport, Internacional e Figueirense teimam também em não vencer, nada muda para o Tricolor, que tem sido protegido da queda para a Segunda Divisão mais pela incompetência alheia do que por sua capacidade de superar seus adversários em campo. E, para piorar, na próxima rodada tem um duro confronto contra o Fluminense, em Edson Passos (Rio de Janeiro), numa sugestiva segunda-feira.

Na ponta de cima da tabela, destaque especial para os alvinegros de Minas e Santos, que venceram seus jogos e acompanham os líderes a uma distância segura. Enquanto isso, Palmeiras e Flamengo protagonizam um espetáculo à parte nestas rodadas finais do Brasileirão.

Publicidade

A diferença que era de três pontos agora é de apenas um. E ambos viajam para o Sul do País para enfrentar adversários desesperados, dispostos a matar ou morrer. É fato que ninguém morrerá nesta peleja de domingo (16 de outubro), mas, evidentemente, uma derrota poderá significar um ferimento letal e incapacitante, tanto para aqueles que buscam o título quanto para aqueles que humildemente querem simplesmente escapar da Série B de 2017. A conferir!

Classificação do Brasileirão após a 30ª rodada #Reta final do Brasileirão #Balanço da Rodada 30

  1. Palmeiras: 61
  2. Flamengo: 60
  3. Atlético-MG: 56
  4. Santos: 54
  5. Botafogo: 47
  6. Fluminense: 46
  7. Grêmio: 46
  8. Atlético-PR: 45
  9. Corinthians: 45
  10. Ponte Preta: 42
  11. Chapecoense: 41
  12. Cruzeiro: 37
  13. Coritiba: 37
  14. São Paulo: 36
  15. EC Vitória: 35
  16. Sport Recife: 34
  17. Internacional: 33
  18. Figueirense: 32
  19. Santa Cruz: 23
  20. América-MG: 21