De acordo com as últimas previsões matemáticas, uma equipe necessita alcançar, pelo menos, 60 pontos para encerrar o #Campeonato Brasileiro entre os seis melhores e, dessa forma, garantir presença na Taça Libertadores da América do ano que vem. No entanto, em entrevista concedida à Rádio Tupi, o meia Gustavo Scarpa, do Fluminense, descarta qualquer tipo de cálculo para estar na próxima edição do torneio continental.

"Estamos pensando sempre na vitória. Não sei se tem um número exato para irmos à Libertadores. Temos de entrar sempre pensando em fazer o melhor", declarou o apoiador.

Para atingir o valor mínimo dos especialistas, o Tricolor das Laranjeiras deverá melhorar o seu rendimento nas rodadas de encerramento do Brasileirão.

Publicidade
Publicidade

No momento, ocupa o nono lugar com 47 pontos e necessitará de quatro vitórias e um empate nos seis jogos que restam. O primeiro desses compromissos está marcado para sexta, às 19h30 (de Brasília), diante do Vitória, na volta da agremiação das Laranjeiras ao Maracanã. Os ingressos para essa partida já estão disponíveis nos postos de venda e a diretoria espera um público na faixa de 25 a 30 mil presentes.

Depois de folgar na segunda, os jogadores voltaram ao batente na tarde de terça. Por conta do mau estado do gramado das Laranjeiras, o trabalho foi realizado no novo Centro de Treinamento da equipe carioca, na Barra da Tijuca. O grupo foi dividido. Enquanto os titulares fizeram uma atividade regenerativa, os reservas disputaram um coletivo. Depois do treino, o zagueiro Gum recebeu homenagens pelos 300 jogos atingidos com a camisa do Tricolor.

Publicidade

Nesta quarta, pela manhã, o elenco realiza novo treinamento no CT da Barra. Na quinta, ocorrerá, em horário a ser definido, uma atividade de reconhecimento no Maracanã. O time segue indefinido, mas, devido às inúmeras críticas após o empate do último domingo (1 a 1 com o Coritiba, no Couto Pereira), existe a possibilidade de mudanças no setor ofensivo. Nesse caso, Richarlison deixaria o quadro titular e, em seu lugar, o técnico Levir Culpi optaria por Marcos Júnior, Magno Alves ou Henrique Dourado. #Fluminense #PaixãoPorFutebol