Apesar de ter perdido dois pontos na corrida pelo Campeonato português, a verdade é que o Sporting conseguiu humilhar o seu eterno rival Benfica, apresentando uma das grandes figuras do #Esporte português da atualidade: o antigo campeão olímpico Nelson Évora. Como informa o jornal “Correio da Manhã”, o atleta resolveu deixar a sua longa e bem-sucedida ligação com o Benfica para enfrentar os novos desafios da sua carreira no Sporting. Na sua apresentação, que decorreu no gramado do Estádio de Alvalade, Évora gritou: “Jesus cheguei”.

As Olimpíadas do Rio de Janeiro foram um enorme sucesso para os brasileiros, mas tal não aconteceu com os atletas portugueses, que apenas conseguiram alcançar uma medalha de bronze.

Publicidade
Publicidade

Uma das grandes desilusões foi mesmo Nelson Évora que, depois de ter terminado sua ligação com o técnico que o acompanhou desde a sua adolescência, também decidiu trair os benfiquistas e continuar sua carreira no Sporting.

De uma forma surpreendente, e com o principal objetivo de dar uma grande novidade às dezenas de milhares de sportinguistas que assistiram ontem, dia 22 de outubro, ao empate com o Tondela, os responsáveis do Sporting colocaram um dos maiores símbolos do atletismo português no gramado, que rapidamente agradeceu o enorme apoio que estava recebendo, prometendo, ao lado de Bruno de Carvalho, que iria dar o seu melhor nessa sua nova aventura profissional.

Nas redes sociais, muitos benfiquistas se sentiram humilhados pelas fotos da traição do atleta no gramado do Sporting e pela forma como o seu clube permitiu que Nelson Évora fosse para o seu maior rival, em uma clara manobra de vingança por parte de Bruno de Carvalho.

Publicidade

Na verdade, em um espaço de uma semana, essa é a segunda traição de um atleta olímpico ao Benfica, visto que também Marcos Fortes decidiu abandonar o clube para entrar na equipe de atletismo do Sporting. Será esse o sinal evidente que o Benfica, mais do que nunca, está tentando investir o máximo do seu dinheiro no departamento de futebol, deixando as restantes modalidades, que foram tão bem-sucedidas nos últimos anos, para segundo plano? #Futebol Internacional